Na fase vermelha, Paraguaçu Paulista libera funcionamento de comércio e escolas

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Prefeitura de Paraguaçu Paulista (SP) publicou nesta terça-feira (26) um decreto que libera estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços da cidade para funcionar das 11h às 17h. O decreto entrou em vigor nesta terça.

A medida representa uma flexibilização extra às regras da fase vermelha do Plano São Paulo na qual Paraguaçu Paulista está inserida por fazer parte do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília. Na fase vermelha, apenas serviços considerados essenciais poderiam funcionar.

Durante reunião na manhã desta terça-feira, o Comitê de Gerenciamento de Crise também decidiu que as instituições de ensino da rede privada poderão retomar as atividades de forma presencial. (Confira a íntegra do decreto)

Dentre as regras impostas para a reabertura do comércio em geral está a limitação em 30% da capacidade de receber clientes, além do compromisso com a higiene, a sanitização de ambientes e orientação dos clientes e dos funcionários.

As normas valem também para as instituições de ensino privadas que foram autorizadas a retomar as atividades presenciais.

De acordo com o Comitê, as medidas estabelecidas no decreto estão sujeitas a reavaliação de acordo com o cenário epidemiológico no município.

Apesar da flexibilização, além do que permite a fase vermelha, o Comitê ressalta que, com exceção do período liberado, todos os estabelecimentos não-essenciais devem seguir as restrições de funcionamento, usando alternativas como delivery e drive thru.

Esta não é a primeira vez que Paraguaçu Paulista decide não seguir à risca as regras do Plano São Paulo. Em junho do ano passado, enquanto o DRS de Marília deveria cumprir a fase 2 (laranja) do plano, a prefeitura publicou um decreto municipal que liberou atividades previstas apenas na fase 4 (verde), a mais flexível de todas.

Até esta terça-feira, Paraguaçu Paulista contabilizava 1.261 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia, com 29 mortes provocadas por complicações da doença. Até agora, 1.206 paraguaçuenses conseguiram se curar.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes