Viver para sempre é uma possibilidade, diz neurocirurgião

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O italiano Sergio Canavera causa burburinhos na comunidade médica mais uma vez. Ele anunciou recentemente que irá transplantar uma cabeça humana em uma cirurgia que deve acontecer em dezembro de 2017, na China.

Mas o que isto tem a ver com a imortalidade? De acordo com Canavera, este é apenas o primeiro passo para alcançá-la. A realização da cirurgia parece impossível para críticos que se manifestam em todo o mundo, alegando que o pós-operatório pode ser “pior do que a morte”.

Ainda assim o russo Valery Spiridinov irá arriscar-se no teste. Ele sofre de uma rara doença generativa, Werdnig-Hoffman e se voluntariou para participar. Disposto a correr os riscos apresentados, Spiridinov terá o corpo separado de sua cabeça por vários minutos e, se tudo correr bem, ele deve ficar em coma por um mês após a cirurgia.

O médico e sua equipe se preparam para realizar esta operação há anos, tanto nos quesitos científicos e médicos quanto nos legais, já que um ato de tamanha complexidade pode render problemas legais.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes