Túmulo anônimo de chefe das SS é profanado na Alemanha

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O túmulo anônimo do ex-chefe das SS, Reinhard Heydrich, em um cemitério de Berlim, na Alemanha, foi profanado, sem registro de qualquer roubo, informou a polícia da capital alemã nesta segunda-feira (16).

Heydrich, um dos arquitetos da Solução Final nazista, morto em um ataque em Praga em 1942, havia sido enterrado no cemitério de Invalidenfriedhof, em Berlim, no centro da capital.

Após a Segunda Guerra Mundial, seu túmulo – como o de outros líderes do III Reich – tornou-se anônimo para impedir que se transformasse em local de peregrinação neonazista.

“A tumba foi aberta na madrugada de quarta-feira (11) para quinta-feira (12)”, afirmou um porta-voz da polícia à AFP.

Nada foi roubado da sepultura, segundo a mídia local, citando fontes policiais.

Os autores teriam obtido informações sobre a localização do túmulo, segundo essas mesmas fontes.

Planejamento do holocausto

Heydrich, adjunto do chefe supremo da SS, Heinrich Himmler, participou em janeiro de 1942 na conferência de Wannsee, na qual o extermínio dos judeus da Europa foi parcialmente planejado.

Foi também vice-governador de Bohemia-Moravia. Conhecido como o “Açougueiro de Praga”, Heydrich foi morto após um atentado executado pela então resistência tchecoslovaca. Ele teve seu carro alvo de uma emboscada e, uma semana depois, em 4 de junho de 1942, não resistiu aos ferimentos.

Seus restos mortais foram repatriados para Berlim e Heydrich recebeu postumamente a maior condecoração do III Reich, antes de ser enterrado neste cemitério de Berlim.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes