Selfies mataram mais do que tubarões em 2015

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Se um dia quiser fazer novamente um filme de ação e terror que lide com algo perigoso ao ser humano, Steve Spielberg pode deixar os tubarões de lado. O assassino, agora, pode ser a… selfie.

Isso mesmo. Atualmente, se focarmos nas estatísticas, é mais provável morrer tirando uma selfie do que sendo atacado por um tubarão. O levantamento que traz esse dado impressionante foi feito pelo Mashable.

Em 2015 foram registradas 12 mortes acidentais causadas pelas selfies. Já por ataques de tubarão, o número é razoavelmente menor, tendo sido reportados oito casos desse tipo em todo mundo ao longo desse ano.

Na última semana, por exemplo, um turista japonês morreu ao tentar tirar uma foto no Taj Mahal, na Índia. Essa morte contribuiu para a estatística do tipo mais comum de morte acidental por selfie: queda na hora de tirar a foto.

Por incrível que pareça, o segundo motivo que mais tem relação com as mortes por selfie tem relação com trens. No mundo todo, virou moda tirar fotos próximos de trilhos nos momentos em que os trens passam. Por conta disso, já foram relatadas três mortes nessa prática.

Na Rússia, por exemplo, o governo já criou uma cartilha sobre selfies. Nela, alerta para os perigos em trens e em lugares altos, por exemplo. Nos EUA, um parque no Colorado simplesmente fechou as portas após muitos visitantes se aproximarem de ursos para fotos. Tudo por causa das selfies.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes