Saudita é o único suspeito de ataque a base nos Estados Unidos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Investigadores acreditam que um tenente da Força Aérea Saudita agiu sozinho quando matou três pessoas e feriu oito em uma base da Marinha dos EUA em Pensacola, Flórida, antes de ser morto a tiros por um xerife, disse o FBI neste domingo (8).

Eles ainda precisam, no entanto, determinar um motivo para o ocorrido, apesar de colegas da Arábia Saudita que estavam perto do atirador cooperarem com os investigadores, disse Rachel Rojas, agente especial encarregada do escritório de Jacksonville do FBI e principal investigadora do caso.

Rojas disse que o FBI estava trabalhando, como na maioria dos tiroteios em massa, na suposição de que era um ato de terrorismo, enfatizando que isso permitiria aos pesquisadores usar ferramentas especiais oferecidas a eles em casos de terrorismo.

“Estamos procurando muito descobrir o motivo dele e eu pediria paciência para que possamos acertar”, disse ela, acrescentando que 80 agentes especiais do FBI, 100 funcionários de apoio e vários outros investigadores da Marinha e agências federais trabalham no caso.

O FBI identificou o atirador como o segundo tenente Mohammed Saeed Alshamrani, 21.

Foto divulgada pelo FBI de Mohammed Alshamrani, o saudita que abriu fogo na base naval de Pensacola, na Flórida, nos EUA, nesta sexta (6) — Foto: FBI via AFP
Mohammed Alshamrani, o saudita que abriu fogo na base naval de Pensacola, na Flórida, nos EUA (Foto: FBI)

Fonte Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes