Mulher diz estar com câncer de mama por conta do celular

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Wendy Holt, de 51 anos, caiu no hábito de guardar seu celular no sutiã diariamente, assim ficaria mais rápido encontrá-lo caso tocasse. No entanto, ela acredita que a radiação proveniente de seu telefone é a culpada pelo câncer de mama diagnosticado em 2012, tendo em vista que não há precedentes em sua família.

A doença, que iniciou-se sob uma forma rara chamada de câncer inflamatório, já se espalhou por outras partes do corpo de Wendy, como pulmões e glândulas linfáticas, e resulta em um diagnóstico terminal.

“Comprei meu primeiro celular na década de 90 e, desde então, todos os meus celulares estão em contato com a minha pele por pelo menos 70% do dia”, comentou Holt.

Ela ainda disse que não achou nenhum nódulo em seu seio, apenas acordou um dia com manchas avermelhadas. Nunca imaginou que o diagnóstico seria de câncer. No entanto, ao se consultar com médicos logo recebeu a notícia, que levou à dupla mastectomia, seguida de tratamentos por radioterapia e quimioterapia.

Apesar da ocasionalidade, a médica oncologista Karol Sikora afirmou ser “improvável” que o celular, ou a forma como ela o mantinha, é culpado pela doença.

“Existem alguns estudos a respeito de celulares e tumores no cérebro, os gangliomas, mas o caso dela não se encaixa a esse”, afirmou a médica.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes