Morre o ex-presidente sul-coreano Kim Young-Sam

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O ex-presidente da Coreia do Sul Kim Young-Sam, cuja eleição encerrou mais de 30 anos de regime militar, morreu hoje (22) aos 87 anos.

O ativista pela democracia, que assumiu a presidência de 1993 a 1998, sofria de infeção sanguínea grave e morreu vários dias depois de ser hospitalizado com febre alta, informou o presidente do Hospital Nacional Universitário de Seul, Oh Byung-Hee.

A presidenta sul-coreana, Park Geun-Hye, expressou “profundas condolências”, de acordo com o seu porta-voz. Seul anunciou que o funeral será quinta-feira (26), após quatro dias de luto.

O mandato de Kim ficou marcado por dois grandes eventos: a crise nuclear com a Coreia do Norte, em 1994, e a crise financeira asiática de 1997/1998, quando aceitou um resgate de US$ 58 bilhões do Fundo Monetário Internacional.

Kim também levou os dois generais que lhe antecederam na presidência ao tribunal, sendo condenados por traição, apesar de ter perdoado os dois no fim do seu mandato.

Figura representativa no movimento pró-democracia, Kim ficou por duas vezes em prisão domiciliar no início da década de 80.

Fonte: Agência Brasil

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes