Magnata que arrematou diamantes em leilões deu joias para filha de 7 anos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O diamante “Blue Moon”, que foi arrematado em um leilão na quarta-feira (11) por US$ 48,4 milhões, será dado de presente pelo comprador para sua filha, de 7 anos. A identidade dele foi revelada nesta quinta-feira (11). Segundo a imprensa local, trata-se de um magnata do setor imobiliário de Hong Kong, Joseph Lau.

Depois de arrematar a joia, Lau passou a chamá-la “Blue Moon of Josephine”, em homenagem à sua filha.

Este não é o primeiro anel de milhões de dólares que Lau compra em homenagem a Josephine. Ele também foi o comprador de um anel com um diamante rosa pesando mais de 16 quilates, na Suíça, por mais de US$ 28 milhões (R$ 105 milhões). O empresário batizou a peça de “Sweet Josephine” (“Doce Josefina”).

Os diamantes

Após a venda “Blue Moon”, foi estabelecido um recorde mundial para uma pedra preciosa em leilão, afirmou a casa de leilões Sotheby’s. “É um novo recorde de preço para qualquer pedra preciosa e por quilate”, disse o presidente mundial da divisão internacional de joias da Sotheby’s, David Bennett.

O diamante em forma de almofada pesa 12,03 quilates. A estimativa pré-venda era entre US$ 35 milhões a US$ 55 milhões.

O “Blue Moon”, que está entre os maiores diamantes azuis do mundo, foi catalogado pelo Instituto Americano de Gemologia como “Fancy Vivei Blue”, a joia com a maior gradação de cor possível nos diamantes azuis.

A pedra possui ainda clareza excepcional e foi declarada “Internally Flawless” (Internamente Impecável). O diamante provém de um diamante azul bruto de 29,62 quilates descoberto ano passado em uma mina da África do Sul.

Já o “Sweet Josephine” foi a a maior pedra do tipo já colocada à venda. Segundo a Christie’s, famosa casa de leilões britânica em Genebra, somente três pedras rosas dessa categoria foram colocadas à venda nos últimos 250 anos.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes