Homem abre fogo em cervejaria nos EUA e deixa 5 mortos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um assassino abriu fogo contra funcionários de uma fábrica de cervejas em Milwaukee, no Wisconsin (Estados Unidos) e deixou cinco mortos nesta quarta-feira (26). De acordo com a polícia local, o autor do crime se matou em seguida.

Ainda segundo os policiais, o assassino é um homem de 51 anos morador da cidade. As motivações para o crime ainda estão desconhecidas.

Segundo a agência Associated Press, o diretor da empresa, Gavin Hattersley, disse que o assassino era um funcionário do local. A emissora afiliada da rede ABC em Wisconsin informou que o criminoso havia sido demitido recentemente da companhia, mas, até a última atualização desta reportagem, isso não estava confirmado.

Policiais isolam área ao redor de cervejaria em Milwaukee, nos EUA, após chacina deixar mortos nesta quarta-feira (26) — Foto: Morry Gash/AP Photo
Policiais isolam área ao redor de cervejaria em Milwaukee, nos EUA, após chacina deixar mortos nesta quarta-feira (26) (Fotos: Reprodução)

Cerca de 1 mil pessoas trabalhavam no complexo da MillerCoors — a empresa onde ocorreu o assassinato — no momento do crime. As autoridades locais pediram que as pessoas evitassem a área, um grande parque industrial de Milwaukee.

A MillerCoors fica ao lado de uma escola. Imagens de helicóptero mostraram estudantes sendo levados para ônibus escolares. A escola foi fechada e os pais não podiam levar seus filhos enquanto a situação na fábrica não se resolvia.

Autoridades lamentam chacina

Presidente dos EUA, Donald Trump, durante coletiva de imprensa na Casa Branca nesta quarta-feira (26) — Foto: Carlos Barria/Reuters
Presidente dos EUA, Donald Trump, durante coletiva de imprensa na Casa Branca nesta quarta-feira (26) (Foto: Reprodução)

O presidente Donald Trump, que fazia uma declaração sobre o novo coronavírus na Casa Branca, lamentou o assassinato em Milwaukee e enviou condolências aos familiares das vítimas.

“Nossos corações estão partidos por eles e por seus entes queridos”, disse Trump.

Pouco depois da notícia do assassinato, o prefeito de Milwaukee, Tom Barrett, compareceu aos arredores da fábrica da MillerCoors. “É um dia horrível, horrível para os trabalhadores daqui. É um dia muito duro para todas as pessoas próximas a esta situação”, afirmou.

“Eram quatro pessoas que foram trabalhar hoje, assim como todo mundo, e que achavam que iriam voltar ao fim do dia para suas famílias. E eles tragicamente nunca vão fazer isso”, lamentou o prefeito.

Gavin Hattersley, diretor da Molson Coors — empresa que adquiriu a MillerCoors recentemente — disse que se sentia “devastado” com o cruel assassinato. Ele afirmou que a cervejaria ficará fechada “pelo tempo que for necessário”.

“Não há palavras para expressar a profunda tristeza que sentimos agora”, disse Hattersley.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes