Filho de ‘El Chapo’ é preso no México; tiroteios aterrorizam cidade de Culiacán

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Tiroteios entre forças de segurança e narcotraficantes aterrorizaram a cidade de Culiacán, no oeste México, nesta quinta-feira (17). As cenas de violência ocorreram após a prisão de Ovidio Guzmán, segundo a imprensa mexicana. Ele é filho do traficante mexicano Joaquín “El Chapo” Guzmán, condenado à prisão perpétua nos Estados Unidos.

O secretário de Segurança e Proteção do Cidadão, Alfonso Durazo, informou que Ovídio Guzmán foi preso com mais três pessoas em uma casa no bairro de Tres Ríos na tarde desta quinta, por uma equipe composta por 30 membros da Guarda Nacional e da Secretaria de Defesa Nacional.

De acordo com o site de notícias mexicano Milenio.com, civis armados fecharam ruas da cidade durante a operação das forças federais de segurança. Moradores relatam cenas de pânico entre os lojistas. Até o momento, não há informação sobre mortos e feridos.

O jornal “Excelsior” relata que lojas fecharam as portas, e vídeos mostram veículos incendiados por Culiacán. Uma partida de futebol também foi suspensa por causa da violência.

Civis armados são vistos em Culiacán, no México — Foto: STR/AFP
Civis armados são vistos em Culiacán, no México (Fotos: Reprodução)

Ainda de acordo com o “Excelsior”, ao menos 20 detentos fugiram da prisão após um grupo de civis armado atacar uma penitenciária de Sinaloa, estado onde fica Culiacán. Alguns dos presos já foram capturados.

O governador de Sinaloa, Quirino Ordaz, pediu que os moradores da região ficassem em casa e se mantivessem atentos às mensagens oficiais do governo. “Estamos trabalhando para recuperar a segurança de Culiacán”, disse, em comunicado. Algumas aulas foram suspensas em escolas da cidade nesta sexta-feira.

“Pedimos à população neste momento que mantenham a calma, que não saiam às ruas e que estejam muito atentas aos avisos oficiais sobre a evolução destes acontecimentos”, diz uma nota do governo.

O presidente do México, Andrés Manoel Lópes Obrador, afirmou que o Gabinete de Segurança do país está em reunião e que daria detalhes sobre a operação em Culiacán mais adiante nesta quinta-feira.

Cartel de Sinaloa

Forças de segurança durante operação em Culiacán, no México — Foto: AFP
Forças de segurança durante operação em Culiacán, no México (Foto: Reprodução)

A operação tinha como objetivo desbaratar o cartel de Sinaloa, considerado o maior do mundo e que foi fundado justamente por El Chapo. A presença do narcotraficante na região o fez ser reconhecido como um Robin Hood por alguns moradores do estado, mas o criminoso era considerado impiedoso com rivais.

Mesmo com a queda de Chapo, o cartel de Sinaloa tinha, no ano passado, a maior distribuição nos Estados Unidos, de acordo com o órgão de repressão às drogas americano.

Conhecido como “El Ratón”, o filho de El Chapo detido nesta quinta-feira faz parte do Cartel, segundo o Milenio.com. Ovidio Guzmán López, de 28 anos, enfrenta processos nos EUA por tráfico de cocaína, metanfetaminas e maconha entre 2008 e 2018.

Violência em Culiacán, no México — Foto: G1 Mundo
Violência em Culiacán, no México (Foto: Reprodução)

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes