Extrema direita polonesa marcha contra lei dos EUA de restituição a judeus

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Milhares de pessoas se manifestaram neste sábado (11) em Varsóvia, convocados pela extrema direita sob o lema “Stop 447”, contra a lei americana com este número, destinada a apoiar a restituição de bens a judeus devido ao Holocausto.

“Não à reivindicações” e “vergonha”, eram alguns dos gritos dos cerca de 4 mil manifestantes, segundo contagem da AFP, com bandeiras europeias e camisetas enfeitadas com símbolos nacionais. A multidão se reuniu em frente ao gabinete do primeiro-ministro e concluiu a marcha na embaixada americana.

A Lei nº 447 “estipula que o presidente dos Estados Unidos deve apoiar as reivindicações que são ilegais, pois em virtude dos princípios de nossa civilização, os bens sem herdeiros pertencem ao Tesouro Público”, declarou Marek Wawrzyszko, que veio da Cracóvia.

Para Robert Bakiewicz, “esta lei é uma ameaça à Polônia e à sua segurança, já que as organizações judaicas reclamam 300 bilhões de dólares”.

Tanto os conservadores no poder na Polônia, quanto a oposição de centro e liberal minimizaram a importância da lei, assinada pelo presidente Donald Trump em maio de 2018 e chamada JUST (Justice for Uncompensated Survivors Today, ou Justiça Hoje para Sobreviventes Não Recompensados).

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes