Esplanada das Mesquitas em Jerusalém reabre após dois meses

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Esplanada das Mesquitas de Jerusalém, o terceiro local sagrado mais importante do Islã e o primeiro fora da Arábia Saudita, abriu suas portas neste domingo depois de dois meses fechada pela pandemia do novo coronavírus.

Pouco depois das 03H00 (horário local, 21H00 horário de Brasília), os primeiros fiéis, com o rosto coberto por máscaras, puderam entrar no local da Esplanada, localizado na cidade velha de Jerusalém, para participar da primeira oração do dia.

Dezenas de fiéis entraram cantando “Deus é grande, protegeremos Aqsa com nossa alma e sangue” e foram recebidos pelo diretor da mesquita de Al Aqsa, Omar Kiswani, que os parabenizou por sua paciência.

A Esplanada das Mesquitas abriga a Cúpula da Rocha e a Mesquita Al Aqsa, administrada pelo Waqf em Jerusalém, um órgão dependente da Jordânia.

A Cúpula da Rocha e a Mesquita de Al Aqsa também abriram para os fiéis no domingo de manhã (horário local), depois de terem sido fechadas desde meados de março por autoridades religiosas no âmbito de medidas sanitárias para impedir a propagação do novo coronavírus em Jerusalém, uma cidade disputada, cuja parte oriental foi ocupada e anexada por Israel desde 1967.

No total, Israel registrou mais de 17.000 casos de novos coronavírus em sua população de cerca de nove milhões de pessoas e 284 mortes.

No lado palestino, menos de 500 casos foram confirmados na Cisjordânia e Gaza e três mortes para uma população de cinco milhões de habitantes.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes