Bélgica atinge 2.000 casos de eutanásia em 2015

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Mais de 2.000 casos de eutanásia foram declarados em 2015 na Bélgica, um recorde desde que a prática foi autorizada em determinados casos em 2002 no país, informou nesta quarta-feira (27) a Comissão de Controle encarregada do tema.

“Houve 2.021 casos em 2015”, declarou à France Presse uma porta-voz da Comissão Federal de Controle e Avaliação da Eutanásia, encarregada de verificar a aplicação da lei. A responsável não forneceu mais detalhes, explicando que “o relatório bianual ainda estava em processo de elaboração”.

Depois que a Bélgica se tornou um dos raros países do mundo a descriminalizar a eutanásia, o número de casos está em constante alta, passando de 24 em 2002 para quase 500 em 2007. O teto das mil eutanásias foi atingido em 2011 (1.133 casos). Em 2014, 1.924 casos foram declarados.

“Podemos falar de alta, mas esse aumento está provavelmente relacionado à disponibilidade de médicos para registrar os atos. Lembremos que continua na sombra o número de eutanásias realizadas mas não declaradas, o que nos impede de ter uma visão real sobre a amplitude da questão”, comentou o professor Wim Distelmans, presidente da Comissão Eutanásia, citado nesta quarta pela agência Belga.

Desde a expansão da lei da eutanásia em 2014, que permite agora que menores de idade acometidos de doenças incuráveis e “em capacidade de discernimento” de escolher a eutanásia, nenhuma demanda correspondente a este caso foi registrada na Comissão.

A Bélgica é o único país a autorizar este ato sem limite de idade. Na Holanda, uma idade mínima de 12 anos é necessária.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes