Árabes israelenses comemoram “catástrofe” do êxodo de palestinos em 1948

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Milhares de árabes israelenses e palestinos protestaram nesta quinta-feira para comemorar a “Nakba” ou “catástrofe” que representou para eles a criação de Israel e que foi sinônimo de êxodo para centenas de milhares de palestinos.

Paralelamente, judeus israelenses celebraram nesta quinta-feira o “Dia da Independência”, aniversário da proclamação do Estado de Israel em 14 de maio de 1948, que este ano cai em 9 de maio, de acordo com o calendário judaico.

Sob o slogan “Seu dia é a nossa catástrofe”, os manifestantes marcharam perto da cidade árabe de Umm al Fahm, no norte de Israel, agitando bandeiras palestinas.

Árabes israelenses e palestinos de Jerusalém Oriental, um setor da Cidade Santa ocupado e anexado por Israel, protestaram no lugar de um povoado palestino que foi destruído durante a guerra iniciada após a proclamação do Estado hebreu.

Após esta proclamação, mais de 760.000 palestinos foram empurrados para o êxodo ou expulsos de suas casas e mais de 400 localidades foram arrasadas pelas forças israelenses. Desde então, eles reivindicam o direito de retornar.

Israel rejeita essa reivindicação, argumentando que autorizar o retorno significaria proclamar seu próprio fim como Estado judeu.

Os árabes israelenses são descendentes de palestinos que permaneceram em suas terras depois de 1948. Eles representam cerca de 17,5% dos quase 9 milhões de israelenses. A maioria apoia a causa palestina.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes