Após acidente, príncipe Philip decide entregar sua carteira de motorista aos 97 anos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Aos 97 anos de idade, o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, do Reino Unido, entregou sua carteira de motorista neste sábado, após se envolver no mês passado em um acidente de trânsito. O Palácio de Buckingham salientou que o príncipe consorte, que tem o título de duque de Edimburgo, tomou essa decisão por vontade própria.

“Após cuidadosa reflexão, o duque de Edimburgo tomou a decisão de entregar voluntariamente sua carteira de motorista”, disse o comunicado.

O acidente ocorreu em 17 de janeiro perto da residência real de Sandringham, onde Elizabeth II e Philip residem durante grande parte do inverno.

O poderoso Land Rover Freelander que Philip dirigia colidiu com um carro Kia no momento em que o príncipe saía de uma rua para pegar a estrada. O príncipe não se machucou do acidente, mas a motorista do Kia sofreu cortes em um dos joelhos, e outra mulher que estava no banco do carona quebrou o pulso. Em contraste, o bebê que estava no banco de trás não foi ferido.

O príncipe disse o sol atrapalhou a sua visão no momento do acidente. O incidente provocou críticas na mídia, que destacou que o príncipe demorou pedir desculpas às mulheres afetadas. Dois dias depois ele recebeu uma multa por dirigir sem o cinto de segurança.

Não há idade limite no Reino Unido para dirigir, mas motoristas com mais de 70 anos devem renovar a carteira a cada três. O duque de Edimburgo se retirou oficialmente da vida pública em 2017, quando tinha 95 anos.

 

Duque de Edimburgo, o príncipe Philip se envolveu em um acidente de trânsito em janeiro deste ano, mas não se feriu (Fotos: Reprodução)

Em 2016, Philip levou em seu carro Barack Obama para almoçar no Castelo de Windsor, durante a visita do então presidente americano ao Reino Unido. O passeio levou Obama a comentar:

— Eu nunca havia andado num carro dirigido por um duque antes. Devo dizer que foi uma viagem bem tranquila.

Dizem que a rainha, que dirigiu caminhões durante a Segunda Guerra Mundial, chocou o falecido rei Abdullah, da Arábia Saudita, então príncipe herdeiro, ao se sentar na poltrona do motorista e levá-lo para um passeio ao redor de sua propriedade durante uma visita do monarca à Inglaterra em 1998. Só recentemente foi permitido às mulheres dirigirem na Arábia Saudita.

 

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes