Acidente aéreo perto do Everest deixa três mortos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um avião bimotor fez um desvio ao decolar da minúscula pista do aeroporto de Lukla, porta de entrada para a região do Everest, e bateu em dois helicópteros, um acidente que deixou três mortos e três feridos, anunciaram autoridades do Nepal.

Também chamado de “Aeroporto Tenzing-Hillary”, em homenagem aos primeiros alpinistas que escalaram a maior montanha do mundo, Lukla é um dos aeródromos mais difíceis do mundo para pousos e decolagens.

O copiloto do avião Let-410 da companhia Summit Air, que tinha como destino Katmandu, e um policial em terra morreram no acidente, informou à AFP Ema Nath Adhikari, diretor do aeroporto.

Outro policial faleceu no hospital da capital nepalesa, indico um porta-voz da força de segurança.

“O avião desviou em direção ao heliponto durante a decolagem e bateu em dois helicópteros. Os feridos foram levados para Katmandu”, disse Adhikari.

“Não temos certeza das causas do acidente”.

Anualmente, milhares de alpinistas viajam ao monte Everest. A atividade é mais intensa em abril, quando começa temporada de escalada.

Lukla não tem sistema de radares. Os pilotos devem voar entre os picos nevados e enfrentar um clima instável para chegar a uma pista de apenas 500 metros de comprimento no topo de um pico e que termina em um abismo.

Em outubro de 2008, os 18 passageiros morreram em um acidente. O único sobrevivente foi o piloto.

O transporte aéreo se desenvolveu com força nos últimos anos no Nepal, onde as conexões por estrada são limitadas.

Com a falta de uma formação mais intensa dos pilotos e de manutenção das aeronaves, as tragédias aéreas são frequentes no país. A União Europeia proíbe todas as companhias aéreas em seu espaço aéreo.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes