28 de maio, 2024

Últimas:

Mulher de 32 anos é encontrada morta com sinais de violência no interior de SP; suspeito é preso

Anúncios

Uma mulher de 32 anos foi encontrada morta com sinais de violência, em São João da Boa Vista (SP), na quinta-feira (14).

O crime é investigado como latrocínio, que é roubo seguido de morte, segundo a Polícia Civil. Um suspeito do crime foi preso.

Anúncios

Rafael Ferraz Fuzetti, de 36 anos, estava em saída temporária de penitenciária, de acordo com a polícia. O g1 não conseguiu localizar a defesa dele até a última atualização da reportagem.

Jéssica Cristina é encontrada morta com sinais de violência em São João da Boa Vista (Foto: Reprodução/Facebook)

O corpo de Jéssica Cristina foi encontrado na casa em que ela morava, no Jardim Bela Vista.

Anúncios

Segundo informações do boletim de ocorrência, a funcionária de um pet shop disse que, por volta das 14h, havia levado a cachorrinha da vítima para o banho e tosa.

Depois, por volta das 16h, ela foi até a residência para devolver a cachorra e chamou Jéssica por diversas vezes. Como ninguém atendeu a porta, ela abriu o portão da garagem e colocou a cachorrinha para dentro e foi embora.

Jéssica Cristina é encontrada morta com sinais de violência em São João da Boa Vista (Foto: Reprodução/Facebook)

Entretanto, a mulher disse à polícia que ficou preocupada e, por ser uma situação anormal, voltou até a casa de Jéssica por volta das 19h20. Como a cachorrinha estava da mesma forma que ela havia deixado, ela resolveu entrar na casa e encontrou Jéssica caída no chão de um dos quartos, com o rosto sangrando.

Ela chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que foi até o local, mas apenas constatou o óbito da mulher.

A causa da morte foi traumatismo craniano, segundo a médica legista.

Jéssica Cristina é encontrada morta com sinais de violência em São João da Boa Vista (Foto: Reprodução/Facebook)

As polícias Civil e Científica foram até a casa e registraram o crime. O celular da vítima foi levado da casa.

Ainda não há informações sobre velório e enterro de Jéssica.

Prisão de suspeito

A Polícia Civil prendeu o suspeito do crime Rafael Ferraz Fuzetti. Ele estava em saída temporária de penitenciária e estava preso por tráfico de drogas.

O homem teria marcado um encontro com a vítima. No local, ele se desentendeu com a mulher e a matou para roubar o celular dela.

O suspeito vendeu o celular para outro homem, que foi localizado e apontou o autor para a polícia. Depois disso, os policiais encontraram o suspeito em uma casa abandonada no bairro Santo Antônio.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele confessou parcialmente o crime, mas disse que não a matou.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Os currículos serão recebidos no Feirão do Emprego da Feira Cultural da Diversidade no próximo 30 de maio, das 10h00...

Categorias