27 de maio, 2024

Últimas:

Módulo lunar faz pouso, e Estados Unidos voltam à Lua após mais de 50 anos

Anúncios

O módulo lunar robótico da empresa Intuitive Machines pousou na Lua na noite desta quinta-feira (22), marcando o retorno dos Estados Unidos ao satélite natural da Terra após mais de 50 anos.

A sonda foi lançada no dia 15 de fevereiro a bordo de um foguete Falcon 9, da SpaceX. Apesar da missão ser comandada por uma empresa privada, a ação tem o apoio da Nasa.

Anúncios

Módulo lunar fotografado da Intuitive Machines a caminho da Lua, com a Terra ao fundo (Foto: Intuitive Machines/Nasa)

Apesar de ter conseguido confirmar o pouso, a Nasa afirmou que as condições da alunissagem ainda não estavam claras, devido a um problema na cominucação provocada pelo fraco sinal de rádio.

Pouco antes do pouso na Lua, os engenheiros estavam tentando resovler um problema de navegação que havia sido identificado. A correção era necessária para determinar a altitude e a velocidade horizontal da espaçonave.

Anúncios

Módulo lunar da Intuitive Machines se aproximando da Lua (Foto: Intuitive Machines/Nasa)

O módulo entrou na órbita da Lua na quarta-feira (21) e ficou circulando a cerca de 92 km da superfície do satélite. A empresa informou que estava conseguindo receber com sucesso imagens e dados do voo.

A missão, chamada de IM-1, conta um módulo de pouso de mais de quatro metros de altura e transportou seis cargas de instrumentos para recolher dados do ambiente lunar.

  • 🚀 Alunissagem? Sim, vale lembrar que o verbo correto para o feito é alunissar, que é o ato de pousar uma nave na lua. Aterrissagem é o pouso que ocorre por aqui, na Terra.
Módulo da Intuitive Machines fez foto de cratera lunar antes do pouso (Foto: Intuitive Machines/Nasa)

Pouso histórico

O pouso em solo lunar foi o primeiro conduzido pelos Estados Unidos desde a Apollo 17, em 1972. A missão da Nasa feita há 51 anos levou os astronautas Gene Cernan e Harrison Schmitt. Desde então, nenhum humano retornou ao satélite natural.

O envio do módulo conduzido pela Intuitive Machines e apoiado pela Nasa tem como objetivo preparar o envio de astronautas à Lua até 2026, por meio da missão Artemis 2.

Antes do retorno do homem à Lua, a Nasa optou por contratar empresas privadas para levar equipamentos até o satélite natural. No caso da Intuitive Machines, esta foi a primeira tentativa de uma missão lunar da empresa.

Em janeiro, a empresa Astrobotic tentou uma missão parecida, que acabou falhando após um vazamento de combustível.

Recentemente, Índia e Japão também conseguiram fazer com sucesso pousos na Lua.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Vitória Helena Xavier de Barros, uma menina de apenas 8 anos, moradora do bairro Comerciários II, em Botucatu, conquistou...

Categorias