Miss Mundo é adiado após mais de 20 candidatas contraírem Covid

O concurso de Miss Mundo, que deveria ter sido realizado na noite de quinta-feira (16), em Porto Rico, foi adiado depois que diversas pessoas envolvidas na organização testaram positivo para Covid – incluindo 23 das 97 candidatas.

O anúncio oficial do adiamento foi feito horas antes do evento, através de um comunicado que citava como motivo o “interesse de saúde e segurança de concorrentes, equipe, organização e público em geral”.

Em uma coletiva de imprensa no Departamento de Saúde de Porto Rico, a epidemiologista Melissa Marzán afirmou que 23 misses e 15 funcionários da organização tiveram testes positivos para coronavírus.

Segundo ela, a decisão de adiar o concurso partiu dos organizadores do próprio evento, que pretendem que a nova data aconteça dentro dos próximos 90 dias.

A jamaicana Toni-Ann Singh, que venceu o Miss Mundo em 2019, continua com o título, já que o concurso foi cancelado em 2020 por causa da pandemia de Covid (Foto: Reprodução)

Ao menos duas misses confirmaram estar entre as pessoas com Covid, mas garantiram estarem bem. Uma delas foi a Miss Indonésia, Pricilia Carla Yules, que escreveu em seu perfil no Instagram que está se recuperando e se “sentindo muito melhor física e mentalmente”.

Já a miss Malásia, Lavanya Sivaji, teve seu diagnóstico informado por representantes de seu país, também em uma rede social. Eles disseram que ela está “clinicamente bem”.

Como a edição de 2019 do Miss Mundo foi cancelada por causa da pandemia, a atual detentora do título continua sendo a jamaicana Toni-Ann Singh, que venceu a 69ª edição do concurso, em 2019.

Fonte: Yahoo!