Ministro da Economia argentino viajará à França para tratar de dívida de US$2 bi com Clube de Paris

O ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán (foto), viajará à França para negociações em torno de mais de 2 bilhões de dólares em dívidas ao grupo de credores do Clube de Paris, disse o governo nesta segunda-feira, na esteira de um acordo maior separado com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Guzmán se reunirá na terça-feira com o presidente do Clube de Paris, Emmanuel Moulin, para discutir a dívida, sobre a qual o país recebeu uma extensão “ponte” de um ano em junho de 2021 que expira em 31 de março.

A Argentina recentemente selou um acordo com o FMI para um programa de 45 bilhões de dólares para refinanciar um empréstimo de 2018. Esse acordo aguarda o selo de aprovação final do conselho do Fundo, que se reunirá para discuti-lo na sexta-feira.

O Clube de Paris inclui entre seus membros Estados Unidos, Alemanha, Brasil e Japão.

Guzmán também aproveitará a viagem para participar de um encontro da Agência Internacional de Energia para discutir a atual crise energética mundial e se reunirá com executivos de empresas do setor, informou o ministério.

Fonte: Yahoo!