28 fevereiro, 2024

Últimas:

Ministra da França sai na capa da revista ‘Playboy’ e é criticada por colegas de governo

Anúncios

A ministra de Economia Social da França, Marlene Schiappa, de 40 anos, estrelou a capa da edição de abril da versão francesa da “Playboy”. A aparição rendeu críticas de colegas de governo.

A ministra afirmou a um canal de TV local que os corpos de mulheres deveriam ser expostos em qualquer local.

Anúncios

Ela disse que, embora não tenha problemas com isso, há um contexto para a foto: uma entrevista à publicação na qual falou sobre aborto e direitos das mulheres e das pessoas LGBTQIA+.

Em uma rede social, Schiappa disse que defende o direito da mulher de fazer o que quiser com o corpo em qualquer lugar e a qualquer momento: “Na França, as mulheres são livres, não importa se isso incomoda os retrógrados e os hipócritas”.

Anúncios

Ministra francesa saiu na capa da Playboy (Foto: Reprodução/Twitter/Jeanne Baron)

A ministra aparece com frequência como convidada em programas de entrevista da TV francesa. Antes de ser política, ela era escritora e publicou livros sobre os desafios da maternidade, saúde da mulher e gravidez.

Em 2018, quando era ministra dos Direitos Iguais, Schiappa conseguiu aprovar leis para tornar ilegal o assédio na rua.

Críticas de colegas do governo

Outros membros do governo francês criticaram a decisão de Schiappa de aparecer na capa da “Playboy”. A primeira-ministra Elisabeth Borne disse a Schiappa que a decisão “não foi apropriada, especialmente no período atual”.

Sandrine Rousseau, parlamentar do Partido Verde, também questionou a ministra.

Em 2010, Schiappa escreveu um livro com dicas de sexo para pessoas com sobrepeso. Houve críticos que entenderam que o texto dela reforçava clichês ligados a pessoas obesas.

Imagem de 2017 de Marlene Schiappa, quando ela era ministra da Igualdade de Gênero da França (Foto: Nantilus/Wikipedia)

Fonte: Agências

Últimas

Consórcio inicia ano acelerado e cresce mais de 10%

28/02/2024

Quase R$ 28 bilhões em negócios com 370 mil cotas vendidas em janeiro e mais de...

Categorias