Ministérios se unem para atender pessoas em vulnerabilidade social

Os ministérios da Saúde e da Cidadania assinaram uma parceria, hoje (30), para formar trabalhadores da saúde e da assistência social para atuarem em ações de atendimento a pacientes em situação de vulnerabilidade social com HIV/Aids, tuberculose, hanseníase e hepatites virais. 

O objetivo da parceria é fortalecer a integração entre o Sistema Único de Saúde (SUS) e o Sistema Único de Assistência Social (Suas) na assistência às pessoas que procuram unidades de saúde ou centros de assistência social.

A formação será oferecida por meio de ensino à distância, totalizando 60 horas. As atividades educativas trarão conteúdos sobre a intersecção entre as situações de vulnerabilidade e as enfermidades.

O curso também discutirá o funcionamento dos sistemas, os processos de controle social existentes e as dinâmicas de participação da população e das comunidades onde os serviços são prestados.

“Cada uma das doenças tem condição social como fator de agravamento dos quadros clínicos. Vamos construir diretrizes que contemplem oficinas e capacitação em EAD [ensino a distância]. Profissional de saúde vai ganhar ferramentas para dialogar com colega da assistência social. Precisamos derrubar barreiras e estabelecer conexão entre SUS e Suas”, explicou o ministro da Cidadania, João Roma, em evento online de assinatura do acordo.

Fonte: Agência Brasil – Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Scroll Up