Milhares de pessoas protestam na França contra o certificado de saúde anticovid

Mais de 19.000 pessoas protestaram na França contra os anúncios do presidente Emmanuel Macron sobre um certificado de saúde e vacinação anticovid, no dia em que o país celebra seu feriado nacional de 14 de julho.

Algumas das marchas começaram pela manhã, no momento em que acontecia o desfile militar na famosa Avenida Champs-Élysées sob o olhar do chefe de estado francês.

Os manifestantes protestavam contra os anúncios de Macron na noite de segunda-feira sobre a obrigação de se vacinar para profissionais de saúde e outras profissões, além de exigir a necessidade de um certificado de saúde para acessar a maioria dos lugares públicos.

Algumas dessas medidas entrarão em vigor neste verão, forçando muitos franceses relutantes a se vacinarem.

Desde os anúncios, mais de 2 milhões de franceses reservaram um horário para serem vacinados contra a covid.

Em Paris, várias passeatas reuniram, segundo o Ministério do Interior, 2.250 pessoas.

De acordo com uma pesquisa publicada na terça-feira, as medidas anunciadas por Macron são aprovadas pela maioria dos franceses.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up