México envia ministro das Finanças ao Peru para ajudar presidente Castillo

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta segunda-feira que enviou seu ministro das Finanças ao Peru para ajudar o presidente peruano, Pedro Castillo, que lida com uma série de protestos e uma tentativa de impeachment.

Castillo se defendeu na semana passada de uma moção no Congresso para tentar aprovar um impeachment contra ele, poucos meses depois de chegar ao poder.

“O presidente pediu o nosso apoio”, disse López Obrador em seu pronunciamento diário à imprensa, argumentando que Castillo enfrenta uma campanha contra ele na imprensa que reflete uma resistência às origens humildes do líder de esquerda.

O ministro mexicano das Finanças, Rogelio Ramírez de la O, viajou ao Peru acompanhado de uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores do México que lidera um programa de apoio a países estrangeiros, e de um funcionário sênior do Ministério do Bem-Estar, afirmou López Obrador.

López Obrador, também de esquerda, disse que a visita de Ramírez de la O tem o objetivo de apoiar o governo de Castillo “da maneira que for possível”, durante uma “situação difícil”. Ele não ofereceu detalhes sobre a natureza da ajuda oferecida pelo México.

A tentativa de impeachment no Peru foi apoiada pela parlamentar de direita e candidata presidencial derrotada Keiko Fujimori, e acontece enquanto Castillo enfrenta acusações de corrupção e protestos generalizados no setor de mineração.

López Obrador identificou as elites conservadoras peruanas como a força responsável pela resistência a Castillo, repetindo argumentos que já fez sobre seus próprios críticos no México.

Fonte: Yahoo!