Mesmo tão popular, jogo do bicho é ilegal; entenda o porquê

Jogo do Bicho é uma das maiores tradições do Brasil, em prática há mais de 100 anos mesmo que ilegal; Entenda como o jogo funciona.

O Brasil é um país que tem as suas tradições, uma delas é o Jogo do Bicho, prática que atualmente é ilegal, mas que mesmo com essa condição segue a todo vapor, repassada de geração para geração.

Com isso, a popularidade do jogo faz com que resultados do jogo do bicho sejam facilmente encontrados online nos tempos atuais, o que facilita ainda mais o processo. Como a ilegalidade não impede os jogos, muitos questionam o motivo da prática ainda não ser liberada no país. 

Porém, existe a expectativa que isso mude em um futuro próximo.

Como começou o Jogo do Bicho?

A criação do Jogo do Bicho foi em 1982, com o Barão João Batista de Drummond. Ele administrava um zoológico na Vila Isabel, mas os números de visitantes não estavam agradando. 

Com isso, teve a ideia de realizar sorteios para atrair mais pessoas ao local. Cada visitante recebia um bicho no seu ingresso. 

Após o final do dia, um sorteio era realizado, então o vencedor recebia uma premiação bem superior ao valor pago na sua entrada. A ação atraiu a atenção de todos, e o jogo se espalhou em diversas regiões do país.

Com adaptações, os animais passaram a receber uma numeração, modelo que segue até os dias de hoje. Porém, em 1941 o general Eurico Gaspar Dutra proibiu a prática do Jogo do Bicho, através do artigo 58 do decreto de lei nº 3.688.

Mesmo sendo ilegal, os jogos nunca pararam. Atualmente, o sistema utilizado para os sorteios é através da Loteria Federal, óbvio que sem o consentimento do Governo. Dessa forma, os números sorteados diariamente são utilizados para definir os bichos e consequentemente os ganhadores diariamente. 

Jogo do Bicho pode ser legalizado no Brasil

Após anos de debate, o Jogo do Bicho pode finalmente ser legalizado no Brasil, assim como os cassinos e bingos. 

Apesar da expectativa, ainda não existe uma estimativa de prazo, mas um texto-base foi aprovado na Câmara dos Deputados em fevereiro, contando com 246 votos favoráveis contra 202, com regras visando a legalização dos jogos no país. 


Fonte: Câmara dos Deputados

O próximo passo é passar pelo Senado e o presidente Bolsonaro, então podemos ter noção de um desfecho. Porém, é importante frisar que existem diversas opiniões a favor e contra, e isso acaba atrasando o processo.

Se liberado, o Brasil poderá liberar até 292 bicheiros, espalhados pelo país. Além disso, são 33 unidades de cassinos integrados em resorts e até 1,4 mil bingos. Para definir onde cada unidade ficará, levará em conta o número de habitantes do estado.

Por exemplo, São Paulo poderá ter até três unidades de cassinos, região que conta com a maior população. Em seguida, vem o Rio de Janeiro e Minas Gerais, cada um com duas unidades. O restante apenas uma.

Portanto, agora é aguardar o próximo passo e torcer por um desfecho positivo para o Brasil, já que a liberação pode ajudar o país economicamente, com a geração de empregos e movimentação financeira atraindo turistas, pagamento de taxas e impostos.