Menino de 7 anos engole apito e morre em SC; família decide doar os órgãos

O menino de 7 anos que engoliu um apito e sofreu uma parada cardiorespiratória morreu na noite de quinta-feira (17). Ele ficou internado por seis dias no Hospital Pequeno Anjo em Itajaí, Litoral Norte. A família de Matheus de Oliveira aceitou realizar a doação dos órgãos do garoto.

“Foram dias difíceis. A gente tinha muita esperança e fé que daria certo, mas infelizmente não deu. Agora é conviver com a dor”, afirmou a mãe Tieli Costa de Oliveira.

Matheus ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e respirava por ventilação mecânica após engolir o objeto.

“Estávamos na esperança de reverter o quadro, mas veio a notícia que o cérebro dele não tinha mais vida”, disse a mãe.

O velório e sepultamento do menino está previsto para este sábado (19).

Acidente

O caso aconteceu no sábado (12) em Navegantes, na mesma região.

Segundo os bombeiros, o menino engoliu o objeto plástico, que tinha cerca de dois milímetros de espessura e cerca de três centímetros de comprimento (veja foto abaixo).

O apito “provavelmente era de um brinquedo infantil”, informaram os socorristas. Leia mais abaixo os cuidados a serem tomados para evitar casos semelhantes, segundo o Corpo de Bombeiros.

Criança brincava com um apito quando engoliu o objeto — Foto: Tieli Costa de Oliveira/ Arquivo Pessoal
Criança brincava com um apito quando engoliu o objeto (Foto: Tieli Costa de Oliveira/ Arquivo Pessoal)

Pedido de ajuda

Matheus de Oliveira morreu na quinta-feira após ficar internado por seis dias em Itajaí — Foto: Tieli Costa de Oliveira/ Arquivo Pessoal
Matheus de Oliveira morreu na quinta-feira após ficar internado por seis dias em Itajaí (Foto: Tieli Costa de Oliveira/ Arquivo Pessoal)

Segundo o Corpo de Bombeiros, dois homens buscaram ajuda no quartel da unidade por volta as 16h30. O pai carregava o filho no colo e relatou que menino havia engolido um apito ficou inconsciente.

A equipe médica do local começou com o procedimento de reanimação do garoto enquanto os socorristas do Arcanjo-03 se preparavam para assumir o atendimento.

Durante a manobra, o menino expeliu o apito. Ele foi levado ao hospital em seguida.

Criança ficou sem respirar após engolir o apito em Navegantes (SC) — Foto: Corpo de Bombeiros/ Reprodução
Criança ficou sem respirar após engolir o apito em Navegantes (SC) (Foto: Corpo de Bombeiros/ Reprodução)

A Polícia Civil informou que até as 16h de quinta-feira (17), a ocorrência não foi registrada na delegacia do município.

Recomendações em situação semelhante:

O 1° tenente do Batalhão Militar os Bombeiros Douglas Amaral da Cunha indicou algumas recomendações que podem ser seguidas por pais ou responsáveis para tentar evitar e saber como agir em situações semelhantes.

Sufocamento

  • Atente para sacos plásticos, fios e cabos e travesseiros fofos que podem provocar asfixia;
  • Estrados e colchão firmes são mais seguros;
  • Não permita que crianças mastiguem ou manuseiem objetos que possam ser engolidos;
  • Evite cordões ou gravatas em torno do pescoço da criança;
  • Utilize apenas berços certificados e evite deixar objetos com o bebê na hora de dormir.

Brinquedos

  • Devem ser grandes o bastante para não serem engolidos e resistentes para não quebrarem;
  • Não devem possuir pontas;
  • Respeite a indicação de faixa etária do brinquedo ao oferecê-lo à criança.

Como agir em caso de engasgamento com bebês (manobra de tapotagem)

  • Colocar o bebê de bruços sobre um dos antebraços;
  • Encaixar o queixo da criança entre dois dedos para que a cabeça fique firme;
  • As pernas do bebê devem ficar abertas, uma para cada lado do braço;
  • Posicione o braço para que a cabeça do bebê fique ligeiramente inclinada para baixo;
  • Com a outra mão, dê leves tapas nas costas do bebê para desobstruir as vias aéreas,
  • O líquido/objeto deve sair pela boca e ou nariz.

Fonte: G1