26 fevereiro, 2024

Últimas:

Menina de 5 anos morre picada por escorpião em Piracicaba

Uma menina de 5 anos morreu em Piracicaba (SP) após sofrer a picada de escorpião e, segundo a família, demorar a receber soro antiescorpiônico na rede pública de saúde. Jamily Vitória Duarte foi picada na noite de sexta-feira (11) e veio a óbito na manhã de sábado (12), na Santa Casa.

Patrícia das Graças Adriana Duarte, mãe de Jamily, contou que após a filha sofrer a picada, correu até a UPA do Vila Cristina, por volta de 8h20, e só depois de mais de uma hora recebeu a informação de que não havia o soro na unidade – a menina acabou transferida pelo Samu até a Santa Casa, onde teria recebido a medicação, mas o quadro já havia se agravado.

Jamily Vitória Duarte, de 5 anos, morreu após ser picada por escorpião em Piracicaba (SP) (Foto: Arquivo pessoal)

“Quando ela chegou na Santa Casa, foi difícil achar a veia dela. E ela foi piorando. Lá pelas 2 h da madrugada, ela piorou, começou a dar parada cardíaca, e veio a óbito por volta das 8 h”, contou a mãe.

A reportagem procurou a prefeitura para questionar sobre o atendimento e a denúncia da falta do soro na UPA,, mas não obteve retorno até esta publicação. A reportagem será atualizada assim que o executivo se manifestar.

Já a Secretaria de Estado da Saúde informou que havia soro na UPA e que irá apurar o motivo da transferência. Veja mais detalhes abaixo.

Patrícia das Graças Adriana Duarte denuncia falha no atendimento médico à filha de 5 anos picada por escorpião, em Piracicaba (SP) (Foto: Heitor Moreira/EPTV)

Demora no atendimento

Segundo Patrícia, a filha chegou à UPA gritando de dor, e ela informou logo de cara, na recepção, que a menina havia sido picada por escorpião – o fato ocorreu na frente da casa do avô. De acordo com a mãe, se tratava de um escorpião amarelo.

“Ela chegou gritando, desesperada. Todo mundo ficou paralisado. Disse que era picada [de escorpião], mas foram pegando meus dados com maior calma. Se tivessem falado logo que não tinham o soro, eu teria ido para a Santa Casa com minha filha”, disse.

De acordo com o site oficial da prefeitura de Piracicaba, o procedimento adotado pela mãe é o recomendado. A Secretaria de Saúde orienta, em caso de picada de escorpião, que a população procure a UPA mais próxima.

“Quando existe uma sintomatologia mais grave é dado o primeiro atendimento na UPA e, caso ocorra a necessidade, o paciente é encaminhado à Santa Casa de Pìracicaba, referência em administração do soro antiescorpiônico em nossa região”, diz o texto atribuído à coordenadora das Urgências e Emergências, Flávia de Sá Molina.

O corpo de Jamily foi sepultado no Cemitério da Vila Rezende.

O que diz o Estado?

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, em Piracicaba tanto a UPA Vila Cristina quanto a Santa Casa são referência para acidentes com escorpião.

Segundo a pasta, havia soro no estoque da UPA e será apurado a motiva da transferência da criança para a Santa Casa.

Já na Santa Casa, Jamily recebeu nove ampolas do soro antiescorpiônico, e elas já foram repostas na unidade.

Fonte: G1

Últimas

Empreendedores debatem equilíbrio entre negócios e vida pessoal

Empreendedores debatem equilíbrio entre negócios e vida pessoal

26/02/2024

Programação do evento, que será em Gramado (RS), inclui palestras do autor do best seller “O...

Categorias