Menina de 4 anos é encontrada com mãe e tio em motel; presos disseram que foram ‘ver chuveiro’

Uma menina de 4 anos foi encontrada dentro de um motel na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, nessa quarta-feira (26), na companhia da mãe e do tio. 

Os dois adultos foram detidos e, ao ser questionada pela Polícia Militar, a mulher de 23 anos contou que entrou no local com o cunhado “apenas para darem uma olhada no chuveiro”.

De acordo com o boletim de ocorrência da corporação, militares foram acionados por funcionárias do estabelecimento, localizado no bairro Copacabana.

Uma das trabalhadoras contou aos policiais que arrumava um quarto quando percebeu que a criança desceu do veículo e foi para a suíte ao lado. 

A mulher correu para a portaria e passou a situação para as colegas de trabalho. Antes da chegada da viatura, as funcionárias foram até o quarto e encontraram a mãe da menina vestida e perto da cama.

Já o homem, de 31 anos, estava nu no banheiro com a garotinha. Enquanto a equipe policial estava a caminho, a suspeita ameaçou as trabalhadoras de morte e jurou vingança.

Já o cunhado dela ameaçou derrubar o portão com o carro.

Homem e mulher foram encaminhados à delegacia de BH — Foto: Reprodução/TV Globo
Homem e mulher foram encaminhados à delegacia de BH (Foto: Reprodução/TV Globo)

Olhada no chuveiro 

Em conversa com os militares, a mulher disse que o cunhado foi de carro até a sua casa e, em seguida, foram ao motel para olharem o chuveiro. Logo depois, eles iriam embora.

O homem confirmou a versão da cunhada e negou que tenha abusado sexualmente da sobrinha.

Com ele, a polícia encontrou vários documentos de identidade, com o mesmo número, foto do homem, mas nomes diferentes. 

O homem afirmou que as carteiras seriam usadas para tentar receber o auxílio emergencial. O suspeito também estava com R$ 968,00, que seria pelo trabalho realizado em uma pizzaria. 

Estupro de vulnerável

A mãe da menina e o cunhado dela foram encaminhados à delegacia.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que ratificou a prisão em flagrante do homem e da mãe da criança pelos crimes de estupro de vulnerável e ameaça.

O homem ainda responderá por falsificação de documentos.

Os suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional, e a criança foi entregue ao Conselho Tutelar de Belo Horizonte.

Fonte: G1 – Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV