Medina segue fora na etapa de Bells Beach

O tricampeão mundial Gabriel Medina seguirá fora do circuito mundial de surfe na etapa de Bells Beach, Austrália. A janela da quarta perna da WSL em 2022 começa dia 10 e vai até 20 de abril, e terá novamente Caio Ibelli no lugar de Medina, o que mantém o número da Brazilian Storm em oito surfistas.

Medina não participou das três primeiras etapas, em Pipeline e Sunset (Havaí), além de Peniche (Portugal). Ele continua afastado por questões relacionadas à saúde mental. Outro tricampeão, no entanto, foi convidado e disputará as baterias na praia australiana: a lenda Mick Fanning. Ídolo local, o surfista já venceu quatro vezes em Bells Beach (2001, 2012, 2014 e 2015).

Gabriel Medina alega questões de saúde mental e desiste de etapas da WSL (Foto: Divulgação)

– Bells era o convite que eu realmente queria. É um lugar que está muito perto do meu coração, então estou bem animado para competir lá. Eu gosto muito da onda de Bells. A velocidade dela, as paredes abrindo e o fato de ser um point break de direitas. Eu amo tudo que vem com Bells, a história, as falésias, a reunião da galera no estacionamento, é tudo incrível – disse Fanning ao site oficial da WSL.

Os brasileiros decidiram os títulos das três últimas edições desta etapa. Em 2017, Caio Ibelli ficou em segundo lugar na final com o sul-africano Jordy Smith. Em 2018, Italo Ferreira conquistou sua primeira vitória em etapas do CT, na bateria que marcou a despedida de Mick Fanning das competições. Em 2019, Filipe Toledo foi vice-campeão na decisão contra o havaiano John John Florence. Adriano de Souza foi o primeiro brasileiro a badalar o sino do troféu da vitória em Bells em 2013.

Em 2022, os destaques são Italo Ferreira, que pega Ezekiel Lau (HAV) e Imaikalani Devault (HAV) na estreia, e Filipe Toledo, que encara Samuel Pupo e Mick Fanning logo de cara. O líder do ranking masculino após três etapas é Kanoa Igarashi (JAP), com 17.290 pontos, seguido de Kelly Slater (EUA) e Barron Mamiya (HAV). Filipinho vem em quarto lugar, com 14.440 pontos. Caio Ibelli está em sexto e Ítalo em décimo. No feminino, Tati Weston-Webb enfrenta Sally Fitzgibbons (AUS) e Bronte Macaulay (AUS) na estreia. A brasileira vem na quarta colocação do ranking.

Baterias do masculino

1. Seth Moniz (HAV), Callum Robson (AUS), Ryan Callinan (AUS)
2. Italo Ferreira (BRA), Ezekiel Lau (HAV), Imaikalani Devault (HAV)
3. Kelly Slater (EUA), Nat Young (EUA), Owen Wright (AUS)
4. Griffin Colapinto (EUA), Leonardo Fioravanti (ITA), Mikey Wright (AUS)
5. Filipe Toledo (BRA)Samuel Pupo (BRA), Mick Fanning (AUS)
6. Kanoa Igarashi (JPN), Lucca Mesinas (PER), vencedor da triagem
7. Jordy Smith (AFR), Frederico Morais (PRT), Matthew McGillivray (AFR)
8. John John Florence (HAV), Connor O´Leary (AUS), Jackson Baker (AUS)
9. Conner Coffin (EUA), Caio Ibelli (BRA)João Chianca (BRA)
10. Kolohe Andino (EUA), Jack Robinson (AUS), Jadson André (BRA)
11. Miguel Pupo (BRA), Jake Marshall (EUA), Deivid Silva (BRA)
12. Barron Mamiya (HAV), Ethan Ewing (AUS), Morgan Cibilic (AUS)

Baterias do feminino

1. Lakey Peterson (EUA), Gabriela Bryan (HAV), Courtney Conlogue (EUA)
2. Tatiana Weston-Webb (BRA), Sally Fitzgibbons (AUS), Bronte Macaulay (AUS)
3. Carissa Moore (HAV), Isabella Nichols (AUS), vencedora da triagem
4. Brisa Hennessy (CRI), Stephanie Gilmore (AUS), Molly Picklum (AUS)
5. Johanne Defay (FRA), India Robinson (AUS), Luana Silva (HAV)
6. Malia Manuel (HAV), Tyler Wright (AUS), Bettylou Sakura Johnson (HAV)

Fonte: G1