Marília registra 1,2 mil novos casos e mais sete mortes por Covid-19 nesta quinta-feira

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A prefeitura de Marília (SP) informou no início da tarde desta quinta-feira (10) mais sete mortes de moradores provocadas pela Covid-19. Com isso, a cidade soma 705 óbitos desde o início da pandemia. O boletim epidemiológico também informou o registro em um dia de 1.221 novos casos.

As vítimas são sete mulheres, sendo que três delas, com 60, 66 e 73 anos, não possuíam qualquer comorbidade, ou seja, outras doenças associadas à Covid-19. Veja o perfil das vítimas:

  • Mulher, de 73 anos, sem comorbidades, segundo notificação do hospital. Ela teve início de sintomas no dia 2 de junho e morreu na última segunda-feira (7).
  • Mulher, de 65 anos, portadora de hipertensão arterial crônica. Ela iniciou sintomas no dia 17 de maio e morreu no último dia 3 de junho.
  • Mulher, de 66 anos, sem comorbidades, de acordo com notificação do hospital. Ela começou a ter sintomas no dia 13 de maio e morreu nesta quarta-feira (9).
  • Mulher, de 60 anos, sem comorbidades, segundo notificação hospitalar. Ela teve início de sintomas no dia 17 de maio e morreu nesta quinta-feira (10).
  • Mulher, de 28 anos, portadora de portadora de doença cardiovascular crônica e obesidade. Ela iniciou de sintomas no dia 13 de maio e morreu nesta quarta-feira (9).
  • Mulher, de 54 anos, portadora de doença cardiovascular crônica e obesidade. Ela começou a ter sintomas no dia 11 de maio e morreu nesta quarta-feira (9).
  • Mulher, de 55 anos, portadora de doença pulmonar obstrutiva crônica. Ela teve início de sintomas no dia 29 de maio e morreu dois dias depois.

Marília informou nesta quinta-feira 1.221 novos registros positivos da Covid a mais em relação ao balanço do dia anterior. Agora, a cidade contabiliza 28.635 casos confirmados da doença desde o início da pandemia, além de outros 3.653 casos considerados suspeitos, à espera do resultado de exames. Há ainda nove mortes sob investigação, e até agora, 26.918 marilienses conseguiram se curar.

(Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação)

Fonte: G1 – Foto: Peter Linforth/Pixabay

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes