Mariana D’Andrea é ouro no halterofilismo nas Paralimpíadas

A brasileira Mariana D’Andrea conquistou o ouro do halterofilismo na categoria até 73kg. Competem na modalidade atletas que possuem deficiência nos membros inferiores (com amputação de membros inferiores e/ou com lesão medular) e/ou com paralisia cerebral. Mariana foi campeã paralímpica ao levantar 137kg. O Brasil conquistou o primeiro ouro da história do halterofilismo.

Na primeira tentativa, Mariana levantou 130kg enquanto a chinesa não conseguiu a meta de 133kg. A brasileira alcançou 133kg na segunda tentativa mas Xu Lili a superou por 1kg, assumindo a liderança. Na terceira tentativa, Mariana foi para 137kg e conseguiu. A adversária tentou 138kg, mas não teve sucesso. Com isso, Mariana voltava à primeira posição, assegurando o ouro paralímpico.

Mariana tinha sido vice-campeã mundial em Nur-Sultan, no Cazaquistão, em 2019. Ela chegou às Paralimpíadas de Tóquio como líder do ranking mundial. Em 2019, ela tinha conquistado o ouro nos Jogos Parapan-Americanos de Lima.

Fonte: G1

Scroll Up