26 fevereiro, 2024

Últimas:

Marcelo Teixeira diz que situação financeira do Santos é gravíssima: “Pior momento da história”

Eleito presidente do Santos para o triênio 2024 a 2026, Marcelo Teixeira destacou, em participação no Seleção sportv desta segunda-feira, que a situação financeira do clube é gravíssima. O dirigente, que assume apenas em janeiro, disse ver o Peixe no pior momento de sua história.

– A situação é grave nas quatro linhas e gravíssima fora dela. O Santos vive o pior momento de sua história em termos esportivos, administrativos e, principalmente, financeiros. Mas nós estamos para solucionar. Quando assumimos, já sabíamos e reconhecíamos isso. Temos que pensar de hoje para frente.

– O Santos foi maltratado. Tem uma marca desvalorizada. Receitas antecipadas, momento complicado. O Santos não tem recursos na Federação Paulista porque foi antecipado e teve receitas comprometidas no Brasileiro, além da queda em função do rebaixamento. Necessitamos ter um regime de choque de gestão, credibilidade no mercado, recompor o elenco – argumentou o dirigente.

O cartola também afirmou ter encontrado uma solução conjunta com Andres Rueda – atual presidente do Santos – para pagar os atrasados do mês de dezembro. O que seria a solução, no entanto, não foi esclarecido pelo dirigente e, por enquanto, funcionários e atletas não têm previsão de quando os pagamentos serão realizados.

Marcelo Teixeira, presidente eleito do Santos, concede entrevista coletiva com a imagem do Rei Pelé ao fundo (Foto: Raul Baretta/ Santos FC)

– 13º, férias e dezembro não estão cumpridas. O presidente (Rueda) conversou, disse que tem dificuldades. Teria possibilidade de prêmios. Mas encontramos uma solução conjunta. Ele fará uma questão bancária. Temos que autorizar para que a gente não tenha situações de perda de jogadores – afirmou Teixeira.

Rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Santos contava com a premiação paga pela CBF aos clubes da elite para quitar a última folha de pagamento do ano. Sem o dinheiro, o clube ainda não pagou ninguém e, internamente, não deu satisfação aos seus funcionários e atletas.

Além da questão financeira, Teixeira deixou claro que pretende montar um time forte para o Paulistão. O atual elenco é composto por 31 jogadores, mas há atletas da base inclusos na folha e nomes emprestados que retornarão ao CT Rei Pelé a partir de janeiro.

A ideia é negociar alguns, emprestar outros e trazer reforços pontuais para que o Peixe entre na temporada 2024 com condições de competir no Paulistão com os rivais Corinthians, Palmeiras e São Paulo. A ideia é pelo menos disputar o mata-mata do estadual, algo que não aconteceu na gestão Andres Rueda. 

– Manter os principais jogadores e entrar no Paulistão mais forte e mais qualificado. O objetivo mínimo é alcançar a vaga na Copa do Brasil. Vai disputar a Série B com o objetivo de voltar à elite.

Fonte: G1

Últimas

Botucatu: Obituário 26 de fevereiro de 2024

26/02/2024

Antônio Granato – 108 anos Sepultamento Cemitério Portal das Cruzes 27/02/24 às 10h30 Velório Complexo Funerário...

Categorias