Malas com dólares e relógios de luxo são apreendidas com filho de ditador africano em aeroporto de Campinas

Agentes da Polícia Federal e da Receita Federal aprenderam US$ 1,4 milhão e R$ 55 mil em dinheiro, e cerca de 20 relógios avaliados em US$ 15 milhões com membros de uma comitiva da Guiné Equatorial que chegou ao Brasil nesta sexta-feira (14), no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). O vice-presidente do país, Teodoro Obiang Mang, estava no voo.

O dinheiro e os relógios estavam em duas malas. Mais cedo uma fonte da Polícia Federal havia informado que a estimativa era de que a comitiva transportasse US$ 50 milhões em dinheiro e joias. No total, a delegação carregava 19 malas, além da bagagem diplomática.

A Polícia Federal informou que o caso está sob sigilo diplomático. A Receita Federal não comenta o caso. Em nota, o Itamaraty confirma que “se manteve em permanente coordenação com a Receita Federal e a Polícia Federal no acompanhamento do caso, mas não se manifestará sobre o assunto.”

A reportagem também tem tentado contado desde a noite de sexta-feira com a embaixada do Brasil na Guiné Equatorial, sem sucesso.

Integrantes da delegação foram levados para prestar esclarecimentos às autoridades brasileiras.

Integrante da comitiva da Guiné Equatorial em posto da PF em Viracopos (Fotos: Daniel Mafra/EPTV)

De acordo com informações, o avião, pertencente ao governo da Guiné Equatorial, chegou a Viracopos na sexta-feira à tarde vindo de Malabo, capital do país. Além do vice-presidente do país, 10 pessoas estavam a bordo.

Embora trouxesse uma autoridade do governo do país africano, o voo não era uma missão diplomática oficial.

Em missões oficiais, as chamadas malas diplomáticas – que contêm documentos e objetos de uso oficial do país de origem – não podem ser fiscalizadas no destino. A aeronave da Guiné Equatorial, entretanto, trazia um conjunto de 19 malas não diplomáticas, que não possuem essa proteção.

Quando agentes da Receita e da PF tentaram analisar o conteúdo dessas 19 malas, seguranças que estavam no voo tentaram impedir. Houve confusão.

Nos volumes, foram localizados e apreendidos joias e uma grande quantidade de dinheiro. Segundo informações, foram apreendidos cerca de 50 milhões de dólares.

Relógio cravejado de diamantes foi apreendido nas malas não diplomáticas do vice-presidente da Guiné Equatorial (Foto: Divulgação)

Membros da comitiva foram levados para prestar esclarecimentos às autoridades brasileiras, mas o vice-presidente foi liberado do procedimento.

A comitiva chegou ao Aeroporto de Viracopos em um , avião oficial do governo da Guiné Equatorial, vindo de Malabo, capital do país africano. A comitiva deve deixar o Brasil neste sábado (15), e a decolagem da aeronave estava prevista para as 19h.

Teodorín, como é conhecido Teodoro Obiang Mang, é filho do ditador Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, há 38 anos no poder. Ele esteve no Brasil em 2015, quando a escola de samba Beija Flor, do Rio de Janeiro, fez um desfile em homenagem à Guiné Equatorial.

Filho de ditador da Guiné Equatorial (de azul) acompanha desfile da Beija-Flor sobre o país (Foto: Reprodução)

Fonte: G1

Últimas

Botucatu: Obituário 26 de setembro

26 set 2021

Maria de Lourdes Miranda Barcellos – 93 anos Sepultamento 28/09/21 às 17h no Crematório Memorial Botucatu...

Categorias

Scroll Up