Mais quatro corpos de vítimas da tragédia de Mariana (MG) são identificados

A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou neste sábado (5) a identificação de quatro corpos de vítimas do rompimento da barragem de Fundão, no dia 5 do mês passado, da empresa Samarco, em Mariana (MG).

De acordo com a corporação, são de Claudemir Elias dos Santos, 41, Pedro Paulino Lopes, 56, ambos funcionários de empresas terceirizadas da mineradora, Maria Elisa Lucas, 60, e Maria das Graças Celestino Silva, 65.

As duas mulheres eram moradoras de Bento Rodrigues, a localidade que foi devastada pela lama de rejeito de minério de Ferro. Os corpos estavam no IML (Instituto Médico-Legal) de Belo Horizonte.

Assim, o número oficial de mortos relativos à tragédia sobe para 15.

Até o momento, quatro pessoas seguem desaparecidas, sendo três funcionários de empresas prestadoras de serviço para a Samarco, e um morador do subdistrito de Bento Rodrigues.

Os funcionários desaparecidos são Aílton Martins dos Santos, 55, Edmirson José Pessoa, 37, e Vando Maurílio dos Santos, 37. O morador ainda não localizado é Antônio Prisco de Souza, 65.

A polícia informou que não há mais vítimas a serem identificadas cujos corpos estavam no IML de Belo Horizonte.

Fonte: UOL

Scroll Up