Mais de dez cidades brigam para sediar Copa América de basquete no Brasil

A partir do dia 3 de setembro de 2022, delegações de 12 nações diferentes desembarcarão no Brasil em busca do topo do continente no basquete masculino. Depois de 38 anos, a bola voltará a subir pela Copa América nas quadras brasileiras, com endereço ainda a ser conhecido. Essa semana, a decisão de quem vai abrigar o torneio entrou na reta final. Ao todo, 13 cidades de oito estados, além do Distrito Federal, brigam para sediar a competição, que acontece entre 3 e 11 de setembro de 2022.

Copa América voltará a ser disputada no Brasil após 38 anos — Foto: Divulgação
Copa América voltará a ser disputada no Brasil após 38 anos (Foto: Divulgação)

De todos locais que se candidataram para receber o torneio, quatro serão selecionadas pela organização. O anúncio das sedes deve ser feito no final da próxima semana. O estado de São Paulo lidera a lista de finalistas, com quatro candidatas, seguido de outras representantes das regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Parceria com Daniel Alves

Além do Brasil, estão confirmadas para a AmeriCup 2022 as seleções da Argentina, Estados Unidos, Canadá, México, República Dominicana, Porto Rico, Venezuela, Uruguai, Panamá, Ilhas Virgens e Colômbia. Recentemente, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) firmou parceria com a empresa de marketing esportivo do jogador de futebol Daniel Alves para ajudar na organização, que também conta com a FIBA Américas, além de estimular o desenvolvimento da modalidade.

Seleção brasileira de basquete masculino brigará pelo título continental em casa — Foto: Reprodução/CBB
Seleção brasileira de basquete masculino brigará pelo título continental em casa (Foto: Reprodução/CBB)

– A AmeriCup de 2022 será um sucesso, não tenho a menor dúvida. E a grande procura por parte das cidades brasileiras para receber o evento, de Norte a Sul do país, mostra a força do basquete. Tenho certeza que as quatro que forem escolhidas, ajudarão nós, brasileiros, a entregar um grande evento para as Américas – disse o presidente da CBB, Guy Peixoto Jr.

Rumo a Paris 2024

Ainda segundo a CBB, o retorno da AmeriCup ao Brasil reforça o trabalho da CBB rumo ao ciclo olímpico de Paris 2024, para a qual o Brasil buscará a classificação, além de desenvolver a modalidade no território nacional. O país não recebe a Copa América desde 1984, quando foi campeão em cima de Porto Rico, em São Paulo. Ao todo, foram quatro títulos conquistados, o último deles em 2009, outra vez contra os porto-riquenhos, que sediaram o torneio naquele ano.

– Fizemos as visitas técnicas em todas as cidades que se interessaram em receber a AmeriCup e até o fim da próxima semana teremos tudo fechado para anunciar as quatro sedes do torneio. A partir daí, daremos um passo importante para, com praticamente um ano de antecedência, nos organizarmos para entregar um evento de excelência – disse Maurício Santos, Diretor Executivo da competição no Brasil.

Veja as cidades finalistas para sediar a Copa América de Basquete masculino:

– Brasília (DF)

– Canoas (RS)

– Franca (SP)

– Goiânia (GO)

– Ipatinga (MG)

– Salvador (BA)

– Recife (PE)

– Rio de Janeiro (RJ)

– São Bernardo do Campo (SP)

– São José do Rio Preto (SP)

– São José dos Campos (SP)

– Uberlândia (MG)

– Vitória (ES)

Fonte: G1

Scroll Up