Madson volta a treinar, e Sandry vira desfalque no Santos

O Santos iniciou, nesta sexta-feira, a preparação para o confronto contra o Atlético-GO, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os times se enfrentam neste domingo, às 18h, na Vila Belmiro.

A atividade foi comandada pelo técnico interino Marcelo Fernandes, pela manhã, no CT Rei Pelé. A boa notícia fica por conta do lateral-direito Madson. O jogador se recuperou de uma lesão na coxa esquerda, sofrida no empate contra o Atlético-MG, pelo Brasileirão, e treinou normalmente.

Além deles, o Peixe aposta na possibilidade de pode contar com os laterais Auro e Felipe Jonatan. Segundo o clube, os dois testaram negativo para Covid-19 e já voltaram a treinar. Eles ainda devem fazer um novo exame, no domingo, e se o resultado for o mesmo, podem ser liberados para a partida.

Os dois haviam realizado o primeiro teste na segunda-feira. Porém, o resultado positivo só foi divulgado na terça-feira. Com isso, o sétimo dia após a realização deste teste seria no domingo, seguindo o protocolo sanitário adotado pela CBF.

Madson durante treino do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC
Madson durante treino do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Em contrapartida, o volante Sandry se tornou um desfalque. Ele teve constatada uma lesão muscular moderada na posterior da coxa esquerda. O atleta iniciou tratamento no departamento médico.

Além disso, o treino desta sexta-feira contou com as presenças do meia Ed Carlos e dos atacantes Weslley Patati, Tailson e Allanzinho. Eles foram integrados ao elenco profissional a pedido de Marcelo Fernandes. Patati estava com a equipe sub-20, enquanto os outros atletas haviam sido afastados por Fabián Bustos e treinavam separado do restante do elenco.

Um provável Santos para o jogo deste domingo é formado por: João Paulo; Madson (Auro), Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires (Felipe Jonatan); Rodrigo Fernández, Vinícius Zanocelo e Bruno Oliveira; Léo Baptistão, Lucas Braga e Marcos Leonardo.

Fonte: G1