21 de maio, 2024

Últimas:

Locação de imóveis usados em Botucatu e nas cidades da região tem alta em março, mostra pesquisa

Anúncios

O mercado de imóveis usados nas regiões de Bauru (SP) fechou o mês de março com alta no volume de locação, segundo dados do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP).

Conforme o levantamento do órgão, houve aumento de 25% nas locações, em relação a fevereiro. No acumulado do ano, entre janeiro e março, a variação chega a 172%.

Anúncios

Para a pesquisa, foram consultadas 9 imobiliárias das cidades de Bauru, Botucatu, Jaú e Piratininga, no centro-oeste paulista, e de Barão de Antonina (SP).

O crescimento no índice de locações no mês demonstra uma recuperação no setor, já que em fevereiro houve queda de 0,36%. Segundo José Augusto Viana Neto, presidente do Creci-SP, os reajustes referentes aos valores de locação no início do ano proporcionam um ambiente de rotatividade na ocupação dos imóveis.

Anúncios

“Quando se faz o aniversário de um ano, tem um índice de reajuste que é aplicado. Porém, quando vence os 30 meses, o proprietário fica à vontade para requerer o valor que ele julga justo. E isso geralmente acontece no início do ano”, revela.

“Como não tem muito imóvel para alugar, o proprietário acaba recebendo propostas de valores acima do que está recebendo, sendo que o locatário atual muitas vezes não consegue cobrir esses valores e, portanto, procura outro imóvel em uma região mais em conta. O que faz com que tenhamos dois novos imóveis alugados”, complementa sobre a dinâmica de valores nas locações.

Vendas, por outro lado, tiveram queda em março, segundo pesquisa — Foto: Heloise Hamada/g1

Vendas, por outro lado, tiveram queda em março, segundo pesquisa — Foto: Heloise Hamada/g1

Por outro lado, a venda de imóveis na região registou uma queda expressiva de 50%. No mês anterior, o índice tinha sido positivo de 171%. Para o presidente do Creci-SP, mesmo com o resultado inferior, o setor continua aquecido.

“Mesmo caindo, as vendas ainda acumulam alta ao longo do trimestre, o que mostra que o mercado imobiliário em Bauru e região segue forte e com boas perspectivas para 2024”, comenta.

Variação de vendas e locações no interior de SP

MêsVendasLocações
Janeiro-2,74%+147,50%
Fevereiro+171,67%-0,36%
Março-50,71%+25%
Acumulado+118,22%+172,14%

Fonte: Fonte: Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (CRECI-SP)

Raio-x das locações

As principais faixas de preço de locações de apartamentos registradas no centro-oeste paulista em março ficaram entre R$ 1 mil a R$ 1.250 (33%) e R$ 2 mil a R$ 2.500 (33%), demonstrando uma variedade econômica do público à procura de imóvel neste início do ano.

“A busca depende muito do perfil do locatário. Mas no fundo, seja uma pessoa de uma classe mais baixa ou mais alta, tem que existir sempre uma conjunção entre local, preço e tamanho. Sempre de acordo com o seu perfil social”, conta.

Os apartamentos mais ocupados neste período foram imóveis de 3 dormitórios de área útil de 101 a 200 metros quadrados (66,7%). Na sequência, aparecem na lista os imóveis com até 50 metros quadrados de área útil com 1 dormitório (33,3%).

O estudo consultou 9 imobiliárias em cidades do interior de SP — Foto: TV TEM/Reprodução

O estudo consultou 9 imobiliárias em cidades do interior de SP — Foto: TV TEM/Reprodução

As locações de casas também seguiram a tendência dos apartamentos e tiveram duas faixas de preços principais, reforçando dois tipos de públicos. O primeiro, de uma classe mais baixa, teve preços que variam de R$ 750 a R$ 1 mil para casas de 1 dormitório (50%).

Os imóveis alugados nos valores de R$ 2 mil a R$ 2.500 com 3 dormitórios tiveram o mesmo índice e representaram 50% das casas alugadas em março na região.

A principal garantia locatícia escolhida pelos locatários foi o fiador. Os novos inquilinos optaram por imóveis situados na periferia das cidades (75%), nos bairros mais nobres (25%).

Daqueles que encerraram os contratos de locação, 30% optaram por aluguéis mais baratos e 20% por aluguéis mais caros. 50% não informaram à pesquisa o motivo da mudança.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios O judô do Sesi-SP segue fazendo história nos tatames e terá pela primeira vez um representante na principal competição...

Categorias