Líder de ataque em Botucatu, “galã” do crime ostentava vida luxuosa antes de ser preso em SP

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Tiago Tadeu Faria, de 35 anos, apontado como o responsável por ao menos cinco grandes assaltos a bancos em cidades do interior do estado, ostentava uma vida luxuosa em suas redes sociais antes de ser preso.

Tiago invadiu a apuração das escolas de samba em 2012

Apelidado de “Gianecchini do crime”, Tiago posava com carros de luxo e com armas. Em uma das fotos, o criminoso aparece encostado em um carro do modelo Evoque da Range Rover, que custa a partir de R$ 300 mil.

Tiago teria atuado nos dois ataques a bancos em Botucatu.

O criminoso também ganhou destaque em 2012 ao invadir a apuração das escolas de samba do Carnaval de São Paulo e rasgar as notas dos jurados.

A prisão de Faria foi uma ação da 5ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Bancos) que acompanhava a investigação dos ataques com explosivos nas agências do Banco do Brasil de Ourinhos e Botucatu, no interior de São Paulo.

O homem também é suspeito de ter participado de explosões do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte em 2017, e da Caixa Econômica Federal em 2018, além do roubo ao Bradesco no município de Iacanga, em 2016.

Fonte: R7

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes