Lenda da ginástica soviética vende medalhas olímpicas para sobreviver

Uma das lendas do esporte olímpico da antiga União Soviética, a ginasta Olga Korbut está passando por uma situação delicada em sua vida particular. Segundo matéria do periódico russo Gazeta.ru, a ginasta vendeu algumas de suas medalhas mais valiosas para pagar parte de uma dívida astronômica.

Aos 61 anos e vivendo no Arizona, nos Estados Unidos da América, Korbut deve cerca de R$ 716 mil. “As vendas das medalhas salvaram Korbut da inanição”, afirmou a matéria.

A Heritage Auctions confirmou que 32 lotes, incluindo duas medalhas de ouro e uma de prata foram vendidas em um leilão online no último final de semana. Korbut vendeu boa parte de sua sala de troféus, que conta com seis medalhas olímpicas, além de outros objetos relacionados aos Jogos Olímpicos.

Em sua página oficial na rede social Twitter, Korbut disse que as matérias que circulam não são verdadeiras, e que não vendeu suas medalhas. “Meu Deus. Jornais russos disseram que eu vendi minhas medalhas porque estou quebrada. Não é verdade! Estou muito bem e saudável”, afirmou.

Korbut fez história nas Olimpíadas ao conquistar três medalhas de ouro e uma prata em 1972, em Munique, com apenas 17 anos. Já em 1976, nos Jogos de Montreal, a russa conquistou mais um ouro, além de uma medalha de prata.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up