Leila Pereira lança candidatura à presidência do Palmeiras

Leila Pereira oficializou nesta segunda-feira a candidatura à presidência do Palmeiras. Em evento para conselheiros, a empresária apresentou seu projeto e anunciou que irá registrar uma chapa para disputar a sucessão do presidente Maurício Galiotte.

Conselheira do Verdão de segundo mandato, Leila foi a escolhida pela situação para participar da disputa. Ainda não há definição sobre quem será o líder da chapa da oposição – o conselheiro Paulo Jussio se apresentava como uma terceira via, mas desistiu de concorrer ao cargo.

– A gente não entra para fazer mais ou menos, a gente entra para arrasar. Conto com vocês, temos um projeto espetacular. Vocês podem me cobrar – discursou a empresária.

– A gente quer um Palmeiras vitorioso, equilibrado financeiramente. Não temos de pensar a curto prazo. Precisamos de vitórias a curto prazo, mas pensar no Palmeiras a longo prazo. Agradeço à confiança de vocês, podem confiar. Faremos um trabalho impecável. Trabalharei por um trabalho cada vez mais transparente, cada vez mais próximo do seu torcedor – falou, em um trecho do seu pronunciamento para os convidados.

Leila Pereira, candidata à presidência do Palmeiras — Foto: Reprodução / Instagram
Leila Pereira, candidata à presidência do Palmeiras (Foto: Reprodução / Instagram)

Em sua apresentação, Leila Pereira afirmou viver “o dia mais importante” de sua vida e fez elogios à gestão de Maurício Galiotte. A empresária falou também sobre a expectativa de montar uma equipe forte para 2022, caso seja eleita, além de modernizar a sede social e ter uma política de “transparência total”.

– Não quero protagonista, não. Quero vitorioso – sobre os planos para o futebol.

A empresária é a presidente da Crefisa e FAM, que patrocinam o Palmeiras desde 2015. O contrato de R$ 81 milhões por temporada só pela exposição das marcas no uniforme alviverde tem validade até o fim de 2021.

Ainda não há definição sobre quem serão os escolhidos pela situação para compor a chapa de Leila Pereira. Além da presidência, serão eleitos quatro novos vice-presidentes – a votação entre os associados é fechada, por grupo, e não individualmente.

No evento desta segunda-feira, o presidente Maurício Galiotte discursou para os presentes, acompanhado pelos vices Paulo Buosi, Decio Perin, Alexandre Zanotta e Jose Eduardo Caliari.

– Hoje temos um clube equilibrado financeiramente, um trabalho que podemos falar de primeiro mundo na base, um trabalho com muitas obras no clube social, atendimento ao associado e um futebol profissional competitivo. É o que a gente espera, brigar por títulos. Quando anunciei minha candidatura, foi este meu discurso. Aqui está escrito: juntos pela mesma paixão. Este tem de ser nosso propósito, nosso objetivo. Juntos nos momentos de maior dificuldade, juntos somos mais fortes e vamos mais longe.

– Com o apoio de todos vocês, com a dedicação de vocês, eu peço: sempre juntos, vamos acreditar no nosso projeto, nas pessoas que estão conosco. Convidamos a Leila Pereira para nos suceder e iniciar um trabalho de sucessão, que sabemos que será de muita luta. Temos um projeto já vencedor e que temos certeza que a continuidade deste projeto vai deixar a gente cada vez mais fortes, o Palmeiras mais vitorioso – afirmou Galiotte.

A eleição presidencial será em novembro. Antes, porém, as chapas precisam ser registradas e aprovadas em votação do Conselho Deliberativo. Apenas os grupos que tiverem aprovação de 15% do Órgão são liberados para o pleito.

Fonte: G1

Scroll Up