Laudo aponta que família encontrada carbonizada no ABC foi morta com golpes na cabeça

Um laudo preliminar da Polícia Civil apontou que a família encontrada carbonizada em um carro no ABC paulista foi morta com pauladas na cabeça.

Os corpos foram encontrados na zona rural de São Bernardo do Campo na madrugada desta terça-feira (28). A filha mais velha do casal e sua companheira foram presas temporariamente nesta quarta-feira (29), suspeitas de envolvimento no caso, segundo os investigadores.

No crime morreram Flaviana Gonçalves, o marido Romuyuki Gonçalves e o filho Juan Victor Gonçalves, de 16 anos.

Flaviana, Romuyuki e filho Juan foram encontrados carbonizados no ABC — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Flaviana, Romuyuki e filho Juan foram encontrados carbonizados no ABC — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Flavio Menezes disse que a mãe de Romuyuki esteve no apartamento e comentou que ele estava “revirado e com manchas de sangue” em diferentes cômodos. A polícia não comentou as declarações, mas ouviu as mães das vítimas e outros familiares.

A filha do casal, Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, prestou depoimento na terça-feira e, segundo a polícia, precisou ser medicada e confirmou que esteve com a família até a noite desta segunda-feira (27). Em depoimento, ela mencionou envolvimento com agiotas, mas a polícia já tinha como uma das linhas de investigação uma possível briga familiar.

A polícia afirmou que ela e a namorada, Carina Ramos, de 31 anos, entraram em contradição durante o interrogatório e, por isso, foi feito o pedido de prisão temporária por 30 dias. As duas foram presas nesta quarta (30), quando estavam a caminho do escritório de um advogado.

Fonte: G1

Scroll Up