Justiça mantém prisão de homem suspeito de estuprar a filha em Avaré

O homem suspeito de estuprar a filha de 13 anos, em Avaré (SP), vai continuar preso e será transferido para unidade prisional em Iaras (SP). A prisão preventiva foi anunciada pela Justiça em uma audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (3) no fórum da cidade.

De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito de 46 anos será transferido à penitenciária Orlando Brando Filinto, onde estão presos vários homens que cometeram crimes sexuais contra menores de idade e mulheres.

O Conselho Tutelar de Avaré informou que a menina relatou o abuso cometido pelo pai. Ela passou por um exame no Instituto Médico Legal (IML) a pedido da Polícia Civil.

Ainda de acordo com o Conselho Tutelar, a vítima e o irmão de 10 anos estão sob a guarda da mãe, que mora na cidade de Óleo (SP).

Suspeito deve ser encaminhado à penitenciária de Iaras (SP) (Foto: Google Street View/Reprodução)

Denúncia

O pai da vítima foi preso nesta quarta-feira (2) após a mãe dela fazer uma denúncia contra o ex-marido ao Conselho Tutelar depois que a garota contou a ela o que o pai tinha feito.

Segundo o boletim de ocorrência, o homem teria passado as mãos no corpo e nas partes íntimas da menina. Ainda conforme o registro, o suspeito disse palavras obscenas à filha.

Fonte: G1

Scroll Up