Justiça eleitoral marca para 4 de julho eleições em Anhembi

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) marcou para o dia 4 de julho a realização de eleições suplementares para prefeito e vice-prefeito em Anhembi. A data foi definida em sessão judiciária realizada de forma remota nesta terça-feira (11).

Em Anhembi, as eleições estavam marcadas para ocorrer no dia 11 de abril, mas foram adiadas por causa da pandemia.

Por isso, segundo o TRE, o prazo para registro de candidatura ainda será aberto, podendo ser feito até as 19h do dia 4 de junho. As convenções partidárias devem ocorrer entre 27 de maio e 1º de junho.

Anhembi, no centro-oeste paulista, precisa de novas eleições porque o prefeito reeleito para o 2º mandato, Miguel Machado (PSDB), não pôde assumir o cargo. Ele havia sido cassado por improbidade administrativa no ano passado.

Prefeito Miguel Machado (PSD) foi cassado e não assumiu o poder executivo após reeleição no ano passado — Foto: Facebook/Reprodução
Prefeito Miguel Machado (PSD) foi cassado e não assumiu o poder executivo após reeleição no ano passado (Foto: Facebook/Reprodução)

Até a nova eleição, portanto, o presidente eleito da Câmara dos Vereadores, Lindeval Augusto Mota (PP), continua na cadeira do Executivo.

O prefeito interino contraiu Covid-19 no mês passado e teve que ser internado. No último dia 7, a prefeitura informou que ele estava se recuperando da doença.

Prefeito de Anhembi, Lindeval Augusto Mota (PP), foi internado com Covid-19  — Foto: Prefeitura de Anhembi/ Divulgação
Prefeito de Anhembi, Lindeval Augusto Mota (PP), foi internado com Covid-19 (Foto: Prefeitura de Anhembi/ Divulgação)

Fonte: G1

Scroll Up