Justiça determina que famílias do MSL (Movimento Social da Luta) desocupem área invadida, em Botucatu

Foto: Júnior Quinteiro Acontece Botucatu

Nesta quarta-feira (9), a justiça determinou que as famílias do MSL ( Movimento Social da Luta) desmontem seus barracos e desocupem a área invadida na manhã do sábado (5),  pertencente a América Latina Logística, ALL, no distrito Rubião Júnior em Botucatu.

A empresa acionou a justiça e teve uma decisão favorável. Oficiais de justiça estiveram no local e notificaram o líder do acampamento. Segundo a coordenação do MSL, aproximadamente 300 famílias estão assentadas em Rubião Júnior no acampamento chamado de Mahatma Gandhi. Os barracos se estendem até as proximidades da linha férrea.

A Polícia Militar também esteve no local para negociação e ficou estabelecido que as famílias devem deixar o local até a manhã da quinta-feira (10).

Leia Notícias

Scroll Up