Jovem transexual é morta espancada e menores de 15 e 16 anos são suspeitos

Uma transexual de 19 anos foi assassinada no Parque da Fenarroz, em Cachoeira do Sul, na Região Central do Rio Grande do Sul. O corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira (11), e dois adolescentes, de 15 e 16 anos, são suspeitos do crime. Eles prestaram depoimento e foram liberados, mas deverão ter a internação solicitada pela polícia após a conclusão do inquérito.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, Nickolle Rocha estava na rua junto com uma amiga, também transexual, quando dois adolescentes apareceram. A amiga deixou o local, e a vítima foi até o parque, onde manteria relações sexuais com a dupla.

“Eles aparentaram bastante nervosismo, e a versão de um não coincidia com a do outro. Passamos ao interrogatório formal e eles acabaram admitindo que desceram em direção ao parque, em um ponto próximo à casa dos três. O parque fica fechado à noite, mas há uma abertura por onde eles passaram. Entraram ali para manter relações sexuais”.

No entanto, houve uma discussão com o adolescente mais velho, que começou a agredir a jovem. O outro menor se juntou a ele, e ambos a espancaram. No fim da tarde, a necropsia apontou que os golpes foram a causa da morte.

“Confirmamos com o IML que ela levou vários chutes no rosto. Um dos chutes quebrou o maxilar. E esses chutes na cabeça causaram o traumatismo craniano”, explicou o delegado.

Fonte: G1

Scroll Up