Jovem grava idoso abusando de prima e aposentado é preso no litoral de SP

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um idoso de 71 anos foi detido por suspeita de importunação sexual contra uma adolescente de 14, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A prisão foi confirmada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (6). O G1 teve acesso a um vídeo gravado por um primo da vítima, que mostra o momento em que o idoso passa a mão nas partes íntimas da jovem. Apesar da filmagem, o suspeito negou na delegacia que tenha cometido o crime.

O caso ocorreu no bairro Sítio do Campo. Conforme relatado pela delegada Lyvia Bonella, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade, o abuso aconteceu na casa da vítima. O idoso, antigo empregador de uma das irmãs da jovem e amigo da família, frequentava o local. No dia 12 de dezembro, ele foi à residência, e a irmã da adolescente não estava.

O suspeito se aproximou por trás da vítima, que estava sentada em uma cadeira e usava o celular, e começou a passar a mão nas partes íntimas dela. O primo da adolescente viu a situação por uma janela e gravou um vídeo para provar o que aconteceu. Nas imagens, é possível ver o momento em que o idoso percebe que está sendo filmado e se afasta.


A delegada explica que a mãe da jovem tomou conhecimento do caso e foi, no dia seguinte, registrar um boletim de ocorrência na Delegacia Sede da cidade. “Como é um crime contra a dignidade da adolescente, foi encaminhado para a Delegacia da Mulher. Nós iniciamos as investigações, descobrimos o local de trabalho do investigado, onde ele residia e as imagens foram encaminhadas, cedidas pelo primo”, explica Lyvia.

oi emitido um pedido de prisão preventiva ao juiz competente, que, com base nas imagens e no depoimento de testemunhas, deferiu, decretando a detenção do investigado. A delegada explica que ele não estava mais na cidade, e as equipes passaram a tentar localizá-lo. Nesta terça-feira (5), o idoso compareceu à delegacia, acompanhado de dois advogados, e descobriu que havia o mandado de prisão.

Segundo a delegada, ele foi ouvido e disse que estava em São Paulo, na casa do filho, após ter suspeita de Covid-19. Ele negou que tenha cometido o crime, apesar de confirmar que sabia do vídeo. O G1 não localizou a defesa do investigado até a última atualização desta reportagem. O caso foi registrado como importunação sexual de menor de idade, e o suspeito permanece preso.

Em entrevista ao G1, a mãe da adolescente, que prefere não ser identificada, revelou que sofreu um infarto durante os desdobramentos do ocorrido. Ela está internada desde o último dia 20, e se diz ‘aliviada’ com a prisão do suspeito. “Uma sensação de paz e de alívio”, descreve.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A mãe explica que o idoso era amigo da família. “A gente nunca espera que aconteça com a gente. Acabou acontecendo“, lamenta. Ela conta, ainda, que já foi vítima de violência e ameaças, e que não temeu denunciar o homem após ver a filmagem. “Pensei: ‘se eu for morrer, que seja de forma justa, por minha filha'”, diz.

“Se eu pudesse dizer algo às mães, diria para colocar Deus e seus filhos na frente de tudo. Que não confiem em ninguém, e que tenham coragem, porque são os filhos delas”, finaliza.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes