Jovem do interior de SP é atropelado em Nova York e está internado com ferimentos graves; motorista fugiu

Um jovem brasileiro foi atropelado em Nova York em 8 de março e, desde então, está internado num hospital americano em estado grave. Os médicos disseram à família que, por sua condição atual, Luiz Gustavo Lotte, de 21 anos, tem grande chance de ficar em estado vegetativo ou não sobreviver.

O motorista do carro que atropelou Luiz Gustavo fugiu sem prestar socorro. Ele dirigia um carro com placas de Nova York.

Imagem sem data de Luiz Gustavo Lotte, que foi atropelado em Nova York — Foto: Reprodução/Família de Luiz Gustavo Lotte
Luiz Gustavo Lotte foi atropelado em Nova York (Foto: Reprodução/Família de Luiz Gustavo Lotte)

Luiz Gustavo é de Sorocaba, no interior de São Paulo. Ele foi para os EUA em março de 2020, pouco antes do início oficial da pandemia de coronavírus. Estava lá desde então, pois tinha decidido tentar a vida nos EUA. Ele chegou a conseguir um emprego em uma empresa de publicidade.

O jovem já tinha alguns parentes que moravam em Nova York, como os avós maternos e um tio.

Luiz Gustavo Lotte em foto sem data; ele foi atropelado em Nova York, e o motorista não prestou socorro — Foto: Reprodução/Família de Luiz Gustavo Lotte
Luiz Gustavo Lotte foi atropelado em Nova York, e o motorista não prestou socorro (Foto: Reprodução/Família de Luiz Gustavo Lotte)

Atropelamento na saída da academia

A família imagina que, pelo horário e pelo local onde estava, Luiz Gustavo estava saindo da academia de ginástica quando foi atropelado.

Ele foi levado por uma ambulância a um hospital. Os médicos disseram à família que o carro deveria estar em alta velocidade, dada a gravidade dos ferimentos de Luiz Gustavo.

O maior problema é a lesão que ele tem no crânio, mas ele chegou ao hospital também com costelas, ombro e pescoço quebrados. O pulmão também foi atingido, segundo a madrasta, Patricia Rocha França, de 41 anos, profissional de marketing. Os médicos se concentraram nas lesões no crânio e fizeram cinco cirurgias.

Luiz Gustavo Lotte, em foto sem data; brasileiro de 21 anos foi atropelado e hospitalizado em Nova York — Foto: Reprodução/Família de Luiz Gustavo Lotte
Luiz Gustavo Lotte de 21 anos foi atropelado e hospitalizado em Nova York (Foto: Reprodução/Família de Luiz Gustavo Lotte)

Os médicos devem tirar a sedação para ver a gravidade da lesão. Eles só vão poder fazer uma análise do dano cerebral quando os sedativos não fizerem mais efeito. “Tivemos uma reunião com os médicos, e a chance de ele ficar em estado vegetativo é de 99%, com risco de morte cerebral”, diz Patrícia França, a madrasta.

Investigação

A família disse que até o momento a polícia de Nova York não descobriu quem era o motorista e por que ele não parou nem prestou assistência.

O g1 entrou em contato com a polícia, que afirmou que o caso está ativo e é investigado.

Segundo os familiares de Luiz Gustavo, os agentes só visitaram o paciente no hospital e foram ao local do atropelamento para entender o que acontece na terça-feira (22), depois que a imprensa fez perguntas sobre o caso.

Fonte: G1