Jovem de 29 anos com pneumonia morre à espera de vaga de UTI no interior de SP

Um jovem de 29 anos morreu nesta quarta-feira (26), com pneumonia, à espera de uma vaga em leito de UTI no interior de São Paulo. Bruno Souza estava desde segunda-feira (24) no Pronto Atendimento (PA) de Buri, cidade com cerca de 20 mil habitantes que não tem hospital.

De acordo com a prefeitura de Buri, o paciente procurou atendimento no PA porque teve febre e sintomas gripais. Na unidade, ele passou por dois testes de coronavírus, mas os resultados foram negativos.

A prefeitura informou que, ainda na segunda-feira (24), cadastrou o rapaz na Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (CROSS), do governo do estado, para uma vaga de UTI nos hospitais da região, já que o paciente estava com uma grave pneumonia.

Segundo o município, além de atualizar constantemente a CROSS sobre a gravidade do quadro do paciente, as equipes da Secretaria de Saúde da cidade também entraram em contato diretamente com a Santa Casa de Itapeva, com o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) e com a Santa Casa de Capão Bonito para solicitar a transferência de Bruno.

No entanto, de acordo com a prefeitura de Buri, os hospitais não puderam receber o paciente, que morreu no início da tarde desta quarta-feira (26).

“É com muita tristeza que eu venho relatar aqui, para mim é um caso de homicídio, pode ser chamado de negligência médica, da saúde, do estado. Para mim, o estado matou hoje um buriense de 29 anos”, disse o prefeito Omar Chain (PP) nas redes sociais.

A partir disso, a prefeitura informou que vai investigar a causa da morte de Bruno e que, nesta quinta-feira (27), o setor jurídico do município vai registrar um boletim de ocorrência sobre o caso.

Bruno Souza, de 29 anos, com pneumonia morreu à espera de vaga de UTI em Buri (Foto: Arquivo pessoal)

Posicionamentos

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde afirmou que a CROSS passou a auxiliar imediatamente no caso do paciente depois que recebeu a solicitação. Contudo, disse que foi comunicada nesta quarta-feira (26) sobre a morte do jovem, que apresentava histórico de comorbidades graves, segundo o estado.

Ainda conforme a SES, a transferência de pacientes a outros serviços de saúde não depende somente da disponibilidade de vagas, mas também um quadro clínico favorável do paciente para o deslocamento.

“Cabe ao serviço de origem atualizar constantemente o quadro clínico do paciente e mantê-lo em condições para que a locomoção seja feita com segurança”, afirmou o estado.

Na nota, a Secretaria também disse que a CROSS possui um sistema online que funciona 24 horas por dia e que prioriza os casos mais graves e urgentes. Por fim, anunciou a ativação de 30 novos leitos exclusivos para atendimentos Covid-19 na região de Sorocaba.

Já a Santa Casa de Capão Bonito afirmou que não tem UTI convencional adulto na unidade, apenas exclusiva para o atendimento de pacientes com Covid-19. Disse ainda que todos os 10 leitos de UTI Covid estão ocupados nesta quarta-feira (26).

Ainda conforme a Santa Casa, a unidade de Capão Bonito não é referência para Buri em relação aos leitos de enfermaria convencionais ou outros leitos de internação, que são somente para moradores de Capão Bonito e de Ribeirão Grande.

A Santa Casa de Itapeva disse apenas que está fazendo um levantamento do caso para enviar um posicionamento oficial.

Fonte: G1