Itália deve endurecer restrições contra Covid para conter infecções

A Itália está planejando endurecer restrições para tentar conter um aumento acentuado de infecções de Covid-19, o que inclui voltar a obrigar o uso de máscaras ao ar livre, informou o escritório do primeiro-ministro nesta quinta-feira.

Entre outras medidas que parecem prestes a ser aprovadas quando o gabinete se reunir no final do dia estará uma ordem para tornar obrigatório o uso das máscaras Ffp2 mais protetoras em espaços públicos, como teatros, cinemas e eventos esportivos.

O comunicado disse que o governo também está cogitando fechar boates e clubes até a véspera de Ano Novo.

A validade dos certificados de saúde de Covid-19, que permitem o acesso a uma variedade de locais e serviços, será reduzida de nove para seis meses.

Além disso, o governo está reavaliando se acelera as vacinas de reforço, vistas como o escudo mais eficaz contra a infecciosa variante Ômicron, reduzindo o intervalo depois da segunda vacina de cinco para quatro meses.

A Itália registrou 36.293 casos novos de Covid-19 na quarta-feira, o nível mais elevado em mais de um ano e mais do que o dobro do número visto só dois dias atrás – mas o número de pessoas em unidades de tratamento intensivo continua muito menor do que aquele do inverno de 2020.

Fonte: Yahoo!