Isaquias Queiroz e Jacky Godmann vencem bateria das quartas do C2 1000m e vão à semifinal

A canoa brasileira liderada por Isaquias Queiroz e Jacky Godmann está na semifinal do C2 1000m nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Depois de não conseguir a classificação antecipada na primeira bateria classificatória, a dupla conseguiu seguir adiante passando pelas quartas de final da categoria, vencendo a bateria com o tempo de 3m48s611. Foram cinco duplas brigando pelas três vagas disponíveis em cada uma das duas baterias das quartas.

Agora, Isaquias Queiroz e Jacky Godmann voltam a competir na noite desta segunda-feira, a partir de 21h52 (de Brasília), já manhã de terça em Tóquio. A final, valendo medalha, está marcada para a mesma noite, às 23h53 (de Brasília).

Na semifinal serão cinco canoas e apenas a última dupla de cada bateria fica fora da final que vale medalhas. Isaquias e Jacky estarão na bateria ao lado das canoas do Canadá (Roland Varga e Connor Fitzpatrick), Alemanha (Sebastian Brendel e Tim Hecker), República Tcheca (Petr Kuksa e Martin Fuksa) e Cuba (Serguey Torres Madrigal e Fernando Dayan Enriquez).

Isaquias Queiroz foi medalha de prata nessa mesma prova nas Olimpíadas do Rio-2016, mas ao lado de Erlon Souza. Com o antigo companheiro tendo tido uma lesão próxima da competição, o barco ganhou o jovem Jacky Godmann na vaga, aos 22 anos.

A canoa brasileira liderou de ponta a ponta a bateria de quartas de final. Os primeiros 250m foram completos em 54s57, já na primeira colocação. Nos 500m, o tempo de Isaquias Queiroz e Jacky Godmann era de 1m52s92. Na marca dos 750m, o tempo brasileira foi de 2m51s61. E fechou a prova com 3m48s611.

Vagner Souta fora da semi no K1 1000m

O brasileiro Vagner Souta não conseguiu passar pelas quartas de final do K1 1000m, nesta terça-feira, no primeiro dia da canoagem de velocidade nos Jogos de Tóquio. Ele ficou em terceiro lugar na bateria com mais quatro rivais, que só dava a classificação à semifinal para os dois primeiros colocados. Souta ficou com o tempo de 3m52s402, enquanto os classificados foram o russo Maxim Spesivtsev (3m44s136) e o chinês Dong Zhang (3m52s402).

Vagner Souta passou os primeiros 250m em terceiro lugar, mas nos 500m havia sido ultrapassado. Ele manteve a quarta posição ao passar pelos 750m, mas recuperou a terceira posição no final, com o tempo de 3m52s402.

Fonte: G1

Scroll Up